Com 10 anos, Tour de Ski abre 2016 no esqui cross-country

Martin Sundby busca o tricampeonato entre os homens (NordicFocus)

Inspirado no Tour de France e cada vez mais consolidado no cenário internacional dos esportes de inverno, o Tour de Ski comemora dez anos nesta temporada. O torneio, que reúne os principais atletas de esqui cross-country, começa nesta sexta-feira, dia 1º de janeiro de 2016, em Lenzerheide, na Suíça. No total, serão oito provas, em quatro cidades e três países diferentes. 

Além da premiação e do título, as provas do campeonato também contam pontos para o ranking da Copa do Mundo de esqui cross-country. Os vencedores do Tour recebem 400 pontos na classificação. Além disso, cada etapa concede mais 50 pontos para o primeiro colocado (metade do que é distribuído nas provas comuns). Dessa forma, um atleta pode receber, no máximo, 750 pontos. 

Dominantes no esqui cross-country, os atletas noruegueses novamente são os favoritos para conquistarem o Tour de Ski. Atual bicampeão da competição e líder do ranking nesta temporada, Martin Sundby caminha a passos largos para o título neste ano. Seus compatriotas Peter Northug Jr e Finn Haagen Krogh também são cotados - o italiano Federico Pellegrino corre por fora. 

Entre as mulheres, a favorita é Therese Johaug,  da Noruega, campeã em 2014 e atual líder do ranking. Além dela, as também norueguesas Ingvild Oestberg, Heidi Weng e Maiken Falla também aparecem com boas chances. Já as suecas Stina Nilsson e Charlotte Kalla (que venceu o Tour em 2008) podem surpreender. 

Histórico

Mapa do Tour de Ski desta temporada (Divulgação/FIS)

A história do Tour de Ski remete aos anos 1990. O norueguês Vegar Ulvang, campeão olímpico no esqui cross-country em 1992, sonhava com um torneio longo para a modalidade e que pudesse mesclar várias distâncias e os estilos livre e clássico - sua inspiração era o Tour de France, tradicional competição de ciclismo. Depois de se aposentar, ele se tornou diretor técnico de cross-country na FIS em 2006 e, finalmente, tirou seu sonho do papel ao criar o evento no Centro da Europa no ano seguinte. 

O início, porém, foi cheio de percalços. Nem a Áustria e nem a Suíça quiseram sediar etapas, receosas com um possível desinteresse do público neste formado. Nove Mesto, na República Tcheca, foi a cidade escolhida para a abertura, mas a falta de neve cancelou a disputa. Dessa forma, a primeira edição teve seis provas, ao invés das oito programadas, e Munique organizou às pressas a etapa inaugural. Mesmo assim, o Tour de Ski foi um sucesso tanto para os competidores quanto para a audiência e as incertezas que cercavam o campeonato deram lugar ao crescimento nos anos posteriores. 

Calendário 2016

Neste ano o cronograma foi enxugado para evitar cancelamentos por falta de neve. Lenzerheide, na Suíça, abriga as três primeiras etapas entre 1º e 3 de janeiro. Depois, Oberstdorf, na Alemanha, organiza mais duas disputas nos dias 5 e 6. Toblach, na Itália, realiza a sexta prova e Val di Fiemme, também italiana, encerra o Tour com a sétima e oitava etapas. Confira o calendário completo no horário de Brasília:

Etapa 1 - Lenzerheide (SUI) - 1º de janeiro de 2016 
12h55 - Sprint em técnica livre (masculino/feminino)

Etapa 2 - Lenzerheide (SUI) - 2 de janeiro de 2016
10h00 - 15km largada coletiva em técnica clássica - feminino
12h00 - 30km largada coletiva em técnica clássica - masculino

Etapa 3 - Lenzerheide (SUI) - 3 de janeiro de 2016
10h20 - 5km em perseguição técnica livre - feminino
08h45 - 10km em perseguição técnica livre - masculino

Etapa 4 - Oberstdorf (ALE) - 5 de janeiro de 2016
11h30 - Sprint em técnica clássica (masculino/feminino)

Etapa 5 - Oberstdorf (ALE) - 6 de janeiro de 2016
11h20 - 10km largada coletiva em técnica clássica - feminino
12h20 - 15km largada coletiva em técnica clássica - masculino

Etapa 6 - Toblach (ITA) - 8 de janeiro de 2016
08h30 - 10km em técnica livre - masculino
10h30 - 5km em técnica livre - feminino

Etapa 7 - Val di Fiemme (ITA) - 9 de janeiro de 2016
09h30 - 10km largada coletiva em técnica clássica - feminino
11h30 - 15km largada coletiva em técnica clássica - masculino

Etapa 8 - Val di Fiemme (ITA) - 10 de janeiro de 2016
11h00 - 9km feminino final
12h40 - 9km masculino final

Curiosidades

  • Com quatro títulos seguidos entre 2010 e 2013, a polonesa Justyna Kowalczyk é a maior vencedora do Tour de Ski entre as mulheres. No masculino, Dario Cologna tem três troféus (2009, 2011 e 2012). Atual bicampeão entre os homens, Martin Sundby é cotado para conquistar seu terceiro título neste ano. 
  • Justyna Kowalczyk também é a mulher com mais vitórias em etapas (14) e mais pódios (28). O norueguês Peter Northug Jr, que jamais venceu o Tour de Ski, detém essa marca entre os homens, com 13 vitórias e 29 pódios. 
  • Em nove edições, 479 atletas diferentes largaram em uma etapa do Tour de Ski e 97 deles conseguiram, pelo menos, um pódio. 
  • As atletas norueguesas venceram as dez últimas etapas do Tour de Ski no feminino
  • O norueguês Martin Sundby (2015), o russo Alexander Legkov (2013) e o alemão Tobias Angerer (2007) conseguiram a proeza de conquistarem o Tour sem terem vencido uma etapa sequer. 
  • Peter Northug Jr venceu pelo menos uma etapa nas últimas oito edições do Tour de Ski. Aliás, ele é o único atleta que sempre ficou, pelo menos, no Top 10. 
  • Apenas quatro atletas vão participar das dez edições do Tour de Ski: Peter Northug Jr, Giorgio di Centa, Devon Kershaw e Jean Marc Gaillard. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.