Cross-country e saltos realizam etapas da Copa do Mundo

Neste último fim de semana, entre 11 e 13 de dezembro, aconteceram as disputas das Copas do Mundo de Esqui Cross-Country e Esqui Saltos em duas localidades diferentes. Confira os resultados abaixo: 

Cross-country

Therese Johaug comemora mais uma vitória (NordicFocus)

A cidade de Davos, na Suíça, organizou mais uma etapa da Copa do Mundo de esqui cross-country com provas de distance e sprint. Na disputa de longa distância, os noruegueses Therese Johaug e Martin Sundby conquistaram mais uma medalha dourada. 

Ela venceu os 15km em técnica livre com 35min40seg3, à frente das também norueguesas Ingvild Oestberg, prata, e Heidi Weng, bronze. Já ele foi o mais rápido nos 30km em técnica livre com a marca de 1h06min27seg9 - Maurice Manificat, da França, foi o segundo e Anders Gloeersen, da Noruega, o terceiro. 

No sprint em técnica livre, a supremacia da Noruega finalmente chegou ao fim. A sueca Stina Nilsson venceu a bateria decisiva entre as mulheres, deixando as norueguesas Maiken Falla e Ingvild Oestberg com a prata e bronze, respectivamente. No masculino, o ouro foi do italiano Federico Pellegrino, seguido pelo francês Baptiste Gros e pelo norueguês Sondre Fossli. 

A próxima etapa da Copa do Mundo de Esqui Cross-Country acontece entre os dias 18 e 20 de dezembro em Toblach, na Itália - é a última etapa do ano e antecede o Tour de Ski. Therese Johaug segue firme na liderança feminina, com 555 pontos. Já Martin Sundby tem 566 pontos e já abriu mais de 200 pontos de vantagem sobre o segundo colocado. 

Esqui Saltos

Peter Prevc vence e assume a ponta no ranking (Divulgação/FIS)

Enquanto o cross-country acontecia nos alpes suíços, os atletas de esqui saltos estavam na Rússia, para a disputa de mais uma etapa da Copa do Mundo da modalidade. A competição aconteceu em Nizhny Tagil e contou com duas provas para os homens e as mulheres. 

No feminino, o destaque ficou para a japonesa Sara Takanashi com uma medalha de prata e outra de ouro. Primeiro, ela foi a segunda colocada na disputa HS 100 ao chegar atrás da austríaca Daniela Iraschko-Stolz, que conseguiu 242.6 pontos - Eva Pinkelnig, também da Áustria, foi bronze. Depois, na segunda prova, a japonesa obteve 257.1 pontos e ficou à frente da sua compatriota Yuki Ito, segunda, e da austríaca Chiara Hoelzl, terceira. 

Na prova masculina, com montanha HS 134, o esloveno Peter Prevc roubou a cena. Na primeira disputa, ele conquistou a prata ao ficar atrás do alemão Severin Freund, ouro com 260 pontos - Joachim Hauer, da Noruega, completou o pódio. No dia seguinte, Prevc conquistou o título com um salto de 267.4 pontos, à frente do austríaco Michael Hayboeck, segundo colocado, e do norueguês Johann Forfang, terceiro. 

Com ótimos desempenhos no fim de semana, Sara Takanashi e Peter Prevc assumem a primeira posição da Copa do Mundo. Ela tem 280 pontos, contra 179 de Daniela Iraschko-Stolz. Já ele pulou para 364 pontos e ultrapassou Severin Freund, que tem 327. 

A próxima etapa da Copa do Mundo de Esqui Saltos acontece entre os dias 18 e 20 de dezembro, em duas cidades diferentes. Os homens competem na montanha HS 137 em Engelberg, na Suíça. Já as mulheres disputam a prova HS 78 em Villach, na Áustria. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.