Mikaela Shiffrin 'atropela' rivais no Esqui Alpino

Mikaela Shiffrin vibra com dois ouros (Agence Zoom)

Mesmo com 22 anos, a norte-americana Mikaela Shiffrin já é considerada uma das principais atletas de esqui alpino da atualidade. A prova desse status ela demonstrou na etapa de Aspen da Copa do Mundo da modalidade, realizada neste fim de semana, nos EUA. Foram duas provas de slalom e uma de slalom gigante. 

A jovem venceu as duas provas de slalom. Na primeira delas, inclusive, conseguiu um feito histórico. Com o tempo combinado de 1min39seg81, Mikaela ficou mais de três segundos à frente da eslovaca Veronika Zuzulova, medalhista de prata! É a maior diferença da história nesta categoria! Frida Hansdotter, da Suécia, completou o pódio. 

Na segunda prova de slalom, no domingo, a atleta norte-americana voltou a vencer com facilidade ao conseguir o tempo de 1min40seg18 e chegar mais de dois segundos à frente de Hansdotter, a segunda colocada. A tcheca Sarka Strachova ficou com o bronze ao marcar 1min43seg08. 

No slalom gigante, realizado na sexta-feira, o ouro ficou com a suíça Lara Gut, que fez 2min02seg51. A austríaca Eva-Maria Brem ficou na segunda posição, com 2min02seg61. Já a italiana Federica Brignone, vencedora da primeira etapa, em Sölden, foi a terceira com 2min02seg85. 

Com os dois ouros em casa, Mikaela Shiffrin pula para a liderança da Copa do Mundo de Esqui Alpino com 280 pontos. Frida Hansdotter é a segunda, com 195, e Federica Brignone é a terceira, com 160. Agora, as mulheres disputam provas de downhill e super G em Lake Louise, no Canadá, entre 1º e 6 de dezembro. 

Masculino

Enquanto as mulheres competiam nos Estados Unidos, os homens estavam em Lake Louise, no Canadá, para uma corrida de downhill e outra Super G. O nome da vez foi o norueguês Aksel Lund Svindal, dono de duas medalhas de ouro no resort canadense. 

Primeiro, ele venceu o downhill no sábado ao conseguir a marca de 1min47seg29, à frente do italiano Peter Fill, prata com 1min47seg30, e do norte-americano Travis Ganong, bronze com 1min47seg65. Depois, no Super G, Svindal obteve o tempo de 1min29seg30. O austríaco Matthias Mayer foi o segundo, com 1min29seg65, e Peter Fill voltou ao pódio com o bronze. 

Os dois ouros colocaram Aksel Svindal na liderança da Copa do Mundo de Esqui Alpino com 207 pontos. Peter Fill também se beneficiou com dois pódios e é o segundo, com 140. Já Mayer é o terceiro, com 112. Agora, a elite masculina vai até Beaver Creek, nos EUA, para mais provas de downhill e Super G entre 1º e 6 de dezembro. 

Aksel Svindal também conquistou dois ouros (Agence Zoom)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.