Brasileiros se destacam em prova canadense de bobsled

Davidson, Fábio, Cristiano e Heath (Reprodução/Facebook)

A temporada oficial das competições de bobsled e skeleton ainda não começaram, mas alguns integrantes da equipe brasileira já resolveram descer a pista e iniciar a preparação para outros torneios. O TeamPaes, composto por Cristiano Paes, Fábio Silva e Davidson de Souza participaram do campeonato push da província de Alberta, no Canadá. 

O resultado, aliás, não poderia ter sido melhor. Na disputa do quarteto, a equipe, complementada por Heath Spence, conquistou a primeira colocação na classificação. Nas duplas, com Cristiano Paes como piloto e Fábio Silva como breakman, o time conseguiu chegar na segunda posição. 

A trajetória do TeamPaes é realmente interessante. Cristiano Paes, por exemplo, participou da primeira seleção brasileira de bobsled, em 2002, se mudou para o Canadá, foi treinador do Brasil nos Jogos Olímpicos de Sochi e voltou a competir na temporada passada. Fábio Silva e Davidson de Souza estiveram presentes em Sochi e desde a temporada passada estão em terras canadenses para aprimorar os treinamentos. 

A meta deles é ousada: brigar por uma vaga nos Jogos Olímpicos de Pyeongchang, na Coreia do Sul, em 2018. Não será fácil, evidentemente, mas eles já mostraram em outras ocasiões que possuem condições para isso. O importante é que, no fundo, quem ganha é o Brasil por ter equipes tão bem estruturadas e competitivas no bobsled. 

Embarque em outubro

Enquanto o TeamPaes já começou a competição no gelo, os demais integrantes da seleção brasileira de bobsled e skeleton realizam o último treinamento coletivo nesta semana. A equipe estará em Franca, no interior paulista, para mais uma sessão de treinos físicos e técnicos. Porém, os integrantes sabem que já estão em reta final de preparação. No dia 6 de outubro eles embarcam para a América do Norte para a próxima temporada da Copa América.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.