Brasil perde na abertura do Mundial Misto de Curling

Escócia dominou o jogo contra o Brasil (WCF/Céline Stucki 2015)

Perder logo na estreia ninguém gosta, mas a verdade é que apenas uma zebra histórica faria o Brasil derrotar a Escócia, país fundador do Curling, na abertura do Mundial Misto da modalidade. A partida aconteceu na tarde deste sábado, em Berna, na Suíça, e foi válido pelo Grupo D do torneio. 

O placar final registrou 13 a 2 para os escoceses, que nem precisaram dos dois últimos ends para confirmarem o triunfo e pularem para a vice-liderança da chave com o placar mais dilatado do dia. Já o Brasil, com uma derrota, junta-se à Bielorrússia e Japão, que também perderam na estreia do Grupo D. 

O interessante é que o Brasil teve a posse do martelo no primeiro end e conseguiu abrir 1 a 0 no placar. Porém, nos três ends seguintes, a Escócia retomou a confiança e fez quatro pontos no segundo período, três no terceiro e mais um no quarto. No quinto end, novamente o Brasil conseguiu fazer mais um ponto, mas tomou cinco no sexto end e resolveu encerrar a disputa ali mesmo. 

O placar dilatado incomoda, mas o importante agora é esquecer o resultado da estreia e focar nas próximas sete partidas da chave. A classificação para a próxima fase é muito difícil, mas com dedicação o Brasil pode, sim, sonhar com uma ou outra vitória no Mundial Misto de Curling. 

A segunda partida brasileira será neste domingo, a partir das 7h (horário de Brasília), contra a Hungria. Depois, na segunda-feira, dia 14, a seleção faz dois jogos, contra a Áustria (às 7h), e contra a Bielorrússia (às 15h). 

Destaques do primeiro dia

Quem quiser conferir os resultados oficiais do Mundial Misto de Curling pode acessar o site oficial neste link. Suécia, Suíça e Estônia foram os destaques do primeiro dia com duas vitórias e lideram os grupos A, C e D, respectivamente. Já no Grupo B, quatro equipes dividem a liderança com uma vitória: Canadá, Alemanha, Letônia e Noruega. Em contrapartida, Bélgica, Austrália, Cazaquistão e Áustria perderam os dois primeiros jogos e dividem a última posição da competição. 

Brasil na Cerimônia de Abertura (WCF/Céline Stucki 2015)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.