Jovens se destacam no Brasileiro de esqui cross-country

Prova de esqui cross-country do Brasileiro (Divulgação/CBDN)

Neste fim de semana começou oficialmente a temporada sul-americana para os atletas da CBDN. A cidade argentina de Ushuaia recebeu a edição 2015 do Campeonato Brasileiro de Esqui Cross-Country. No total, 28 atletas participaram da competição, com provas de distance e sprint

Os resultados oficiais do sábado e domingo ainda não foram divulgados pela entidade brasileira e tampouco foram postados no site oficial da FIS. Entretanto, a organização divulgou os detalhes da prova de sexta-feira e os jovens integrantes da equipe de endurance do Brasil tiveram motivos para comemorar. 

Caio Moreira, por exemplo, foi o campeão nacional entre os adultos com 146.22 pontos e consequentemente ficou com o título no sub-23 - além de conquistar o bronze entre os sul-americanos! Leandro Lutz também se destacou ao estabelecer sua melhor marca pessoal, com 226.10. Mirlene Picin venceu no feminino, com 140.80 pontos FIS. 

"A melhor parte disso é ver que o trabalho está dando certo. Desde 2013, quando pude estrear aqui em Ushuaia, as coisas mudaram e melhoraram muito. Não me imaginava sendo o melhor brasileiro na prova e, de quebra, o terceiro melhor sul-americano", completou o jovem de apenas 18 anos.

Os jovens provenientes do Projeto Social Ski na Rua, de Leandro Ribela, realmente estão voando na neve. Altair Firmino e Lucas dos Santos, que brigam para garantir a classificação nos Jogos Olímpicos da Juventude de Inverno, em fevereiro de 2016, começaram muito bem a caminhada em busca dos pontos para atingir esse objetivo. 

Logo na estreia em Ushuaia, Altair ficou na sétima posição na categoria júnior e fez 239.42 pontos FIS, enquanto que Lucas, 16, foi o oitavo e teve 268.30 - as duas marcas já estão abaixo do índice olímpico B utilizado nos Jogos de Sochi-2014. 

"Estou bem satisfeito com os resultados obtidos no final de semana e que vão ao encontro de nossas expectativas. Foram boas pontuações e eles já começaram a figurar no ranking internacional. Demos um importante passo na classificação para os Jogos Olímpicos da Juventude de Inverno. Agora, com mais algumas provas aqui, temos tudo para voltar ao Brasil com boas chances de cumprir esse objetivo", afirmou Leandro Ribela, treinador da equipe júnior de cross-country da CBDN. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.