Eisstocksport quer se filiar à CBDG

Reunião entre eisstocksport e CBDG (Josiléri Linke Cidade)

As relações entre o Eisstocksport brasileiro e a CBDG estão cada vez mais frutíferas. Depois de se aproximarem e lutarem pela tão sonhada arena olímpica de gelo, agora a meta é estreitar cada vez mais essa parceria. Tanto que a Federação Gaúcha de Eisstocksport pretende se filiar à confederação de desporto no gelo. 

As duas entidades se reuniram nesta terça-feira, em Porto Alegre, para discutir como isso será possível. Estiveram presentes o presidente Sergio Böhm, o diretor Milton Bressler e o secretário Eduardo Schuster, todos representantes da Federação de Eisstocksport, e o superintendente técnico Matheus Figueiredo, pelo lado da CBGD. 

O processo, porém, não é nada simples. O esporte não está vinculado ao COB (Comitê Olímpico Brasileiro) e só uma mudança no estatuto poderia permitir isso - só assim a CBDG poderia filiar a federação e ajudar na administração em nível nacional. Entretanto, como o eisstocksport é esporte de demonstração dos Jogos Olímpicos da Juventude de Inverno, no ano que vem, o processo pode ser acelerado. 

"Independente dos excelentes resultados já obtidos pelo Brasil em competições internacionais, precisamos trabalhar para uma estruturação maior com projetos de expansão, pois é intenção da Federação Internacional de Eisstocksport tornar o esporte uma modalidade olímpica. A aproximação da CBDG é de fundamental importância para esse credenciamento", afirma Sergio Böhm. 

Caso confirme a filiação, os atletas da Federação Gaúcha de Eisstocksport poderiam, entre outras iniciativas, pleitear recursos federais, como o Bolsa Atleta. Além, é claro, de contar com o apoio da confederação para participar de torneios internacionais e levar a modalidade para outros estados. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.