Curling brasileiro faz financiamento coletivo para Mundial

Seleção brasileira mista de curling (Reprodução)

Você já leu aqui que a seleção brasileira mista de curling já está convocada para a primeira edição do Mundial da categoria, em setembro, na Suíça. Entretanto, os integrantes da equipe recorreram ao financiamento coletivo - tão em moda na Internet - para arcar com alguns custos para disputar a competição. 

O link para ajudar a equipe está aqui, na plataforma IndieGogo. No total, a equipe precisa arrecadar 8 mil dólares canadenses (cerca de R$ 20 mil) - o suficiente para arcar com alimentação, hospedagem e traslado no país europeu. A campanha termina em meados de agosto. 

Da mesma forma que no Pan-americano de hóquei no gelo, a CBDG arcou com a inscrição e as passagens aéreas, mas os atletas são responsáveis pelos custos individuais. É claro que seria legal a entidade arcar com todos os gastos, mas sempre é bom lembrar que os esportes de gelo do país não possuem um patrocinador sequer e a única fonte de receita é a Lei Piva, que deve ser partilhada em sete modalidades esportivas diferentes. Ou seja: é sempre um sufoco para fechar as contas.

Em todo o caso, o Brasil está conseguindo manter uma representatividade importante no cenário internacional dos esportes de inverno. No Curling, por exemplo, o país participou das últimas duas edições do Mundial de Duplas Mistas e foi um dos maiores entusiastas da criação deste torneio de equipes mistas. 

O Mundial de Equipe Mista de Curling acontece entre os dias 12 e 19 de setembro em Berna, na Suíça. O Brasil está no Grupo D, ao lado de Áustria, Bielorrússia, Estônia, Hungria, Japão, Escócia, Turquia e Estados Unidos. A estreia será contra a seleção escocesa. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.