COI escolhe sede dos Jogos de Inverno de 2022

COI dividido entre Pequim e Almaty (Divulgação/COI)

Nesta sexta-feira de manhã, na cidade malaia de Kuala Lumpur, chegará ao fim o processo de escolha da sede dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2022. Os membros do Comitê Olímpico Internacional se reúnem para a 128ª sessão da entidade e escolhem entre Pequim, capital da China, e Almaty, no Cazaquistão - as duas sobreviventes de uma escolha que balançou a estrutura do movimento olímpico. 

De fato, a escolha da cidade para abrigar os Jogos de Inverno daqui sete anos escancarou problemas e apressou a busca por soluções pelos dirigentes que comandam o evento poliesportivo. No total, quatro cidades desistiram formalmente desta concorrência e três que cogitaram se candidatar sequer entraram com pedido na organização internacional (veja mais aqui). 

Esta onda de desistências, aliada aos gastos excessivos nas últimas edições das Olimpíadas (só em Sochi o custo ultrapassou US$ 50 bilhões) fez o COI abrir os olhos e adotar uma série de medidas para contar essa inflação e novamente atrair os olhos de empresários e governantes. O projeto, chamado de Agenda 2020, possui, entre outros pontos, a possibilidade de reutilização de praças esportivas, eliminando os "elefantes brancos". 

Aliás, Pequim ou Almaty serão os primeiros locais que se beneficiarão totalmente desta nova realidade. Os projetos já foram readequados para atender esta nova demanda, diminuindo o valor total das obras esportivas e de infraestrutura. 

É difícil apontar um favorito nesta escolha. Pequim tem a vantagem de ser um centro mais conhecido para o Ocidente e por ter um know-how adquirido com os Jogos de Verão de 2008 - apesar da falta de neve ser uma preocupação constante e a poluição atmosférica assustar. Já Almaty possui condições climáticas mais favoráveis, mas sua "inexperiência" pode assustar o COI. 

Independentemente da escolhida, uma coisa é certa: a escolha de uma sede olímpica nunca mais será a mesma depois deste processo.

Jogos da Juventude de Inverno

A 128ª Sessão do COI também vai definir a escolha da sede da terceira edição dos Jogos Olímpicos da Juventude de Inverno. Brasov, na Romênia, e Lausanne, na Suíça, são as duas candidatas para organizar o evento, cada vez mais importante e com destaque no cenário esportivo internacional. Em todo o caso, a disputa segue na Europa, pois a primeira edição foi em Innsbruck, na Áustria, e a segunda ocorre em fevereiro de 2016 na cidade norueguesa de Lillehammer. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.