Brasil está presente no Mundial de equipe mista no Curling

Marcelo, Raphael e Aline, três integrantes do time nacional (Divulgação)

Uma das bandeiras defendidas pelo Brasil no congresso da Federação Mundial de Curling em 2014 era justamente a criação do Mundial de equipe mista da modalidade, com dois integrantes homens e duas mulheres. Bom, a entidade acatou esta reivindicação e hoje, três meses antes da primeira edição do torneio, confirmou a participação da equipe brasileira. 

A organização divulgou a tabela e os países participantes deste evento histórico, criado justamente para promover a integração de países menos tradicionais ao Curling. Aliás, a divulgação acompanha a onda positiva gerada pela inclusão da categoria de duplas mistas nos Jogos Olímpicos de Inverno em 2018, na cidade sul-coreana de Pyeongchang. 

No total, 36 seleções foram confirmadas na disputa e divididos em quatro grupos com nove equipes. A seleção brasileira está na Chave D, ao lado de Áustria, Bielorrússia, Estônia, Hungria, Japão, Escócia, Turquia e Estados Unidos. O regulamento é bem simples: os times jogam entre si dentro do grupo e os campeões avançam para as quartas de final. 

Os segundos e terceiros colocados se enfrentam em uma partida eliminatória para definir as quatro vagas restantes (o segundo da chave A pega o terceiro do B e vice-versa). Depois, mata-mata tradicional em uma partida até a grande decisão. O evento começa no dia 12 de setembro e está programado para terminar no dia 19. A cidade suíça de Berna é a sede do primeiro Mundial. 

Se a programação não sofrer alterações, o Brasil deve estrear contra a Escócia no dia 12, às 1h30 no horário de Brasília (20h30 no horário local). Mas é claro que o calendário deve passar por mudanças até lá. 

Resta agora ver como a CBDG irá se preparar para montar a seleção, que deverá contar com dois homens e duas mulheres. Marcelo Mello e Aline Gonçalves, participantes dos últimos dois Mundiais de Duplas Mistas, saem na frente por duas das vagas. A comissão técnica, muito provavelmente, também deve continuar com Craig Lightbody. Em todo o caso, é melhor correr para dar tempo da equipe treinar e entrosar até a competição. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.