Resultados das divisões do hóquei no gelo

Equipe feminina do Cazaquistão celebra acesso (Colin Lawson)

No mesmo período em que EUA conquistava e dava show no Mundial feminino de Hóquei no Gelo, tivemos as disputas de três divisões menores da modalidade entre as mulheres e no sub-18 masculino. Confira os principais resultados:

O Grupo A da terceira divisão do Mundial sub-18 entre os homens foi disputado em Taiwan entre os dias 22 e 28 de março. Seis seleções participaram da competição: África do Sul, Islândia, México, Bulgária, Israel e os donos da casa. O regulamento era simples, na velha fórmula de todos contra todos e quem somar mais pontos fica com o título.

O troféu ficou com a Islândia, que venceu suas cinco partidas, sendo duas no overtime. A equipe fez 3 a 1 em Taiwan, 5 a 4 na Bulgária, 3 a 2 no México (os dois últimos na prorrogação), 5 a 4 na África do Sul e 3 a 2 em Israel. Dessa forma, chegou aos 13 pontos e confirmou o acesso para o Grupo B da Segunda Divisão sub-18 em 2016. 

Destaque para a boa campanha do jovem time mexicano. Ainda engatinhando na modalidade, o país latino-americano começa a colher alguns frutos. A equipe ficou na segunda posição, com três vitórias e duas derrotas (ambas no overtime) e bateu na trave para subir de divisão. Em contrapartida, a África do Sul perdeu as cinco partidas que fez e caiu para o Grupo B da terceira divisão. 

Ainda no sub-18 masculino tivemos o Grupo A da Segunda divisão em Tallin, na Estônia, com outras seis equipes: o país-sede, a Croácia, o Reino Unido, a Coreia do Sul, a Holanda e a Polônia. Aqui o desempenho também premiou uma seleção que investiu bastante. A Coreia do Sul atropelou os rivais, venceu os cinco jogos e assegurou a vaga para o Grupo B da Divisão 1 no ano que vem.

O país asiático não possuía tradição e investimento até ser eleito sede dos Jogos Olímpicos de 2018 em 2011. A partir daí começou um trabalho sério, que também começa a dar certo. O título mundial juvenil veio com vitórias de 4 a 2 sobre os britânicos, 7 a 0 nos croatas, 7 a 1 na Estônia, 6 a 3 na Holanda e 4 a 1 na Polônia - os poloneses, inclusive, ficaram em segundo. Já os donos da casa ficaram na última colocação e foram rebaixados para o Grupo B da Divisão 2. 

Por fim, entre 30 de março e 5 de abril, aconteceu o Grupo A da Segunda Divisão das mulheres adultas. As partidas aconteceram em Dumfries, no Reino Unido. Além das atletas da casa, o torneio contou com as presenças da Croácia, Coreia do Sul, Cazaquistão, Nova Zelândia e Polônia. 

A seleção cazaque carimbou a vaga para o Grupo B da Divisão 1 em 2016 com uma campanha incontestável: cinco vitórias em cinco jogos. O time fez 2 a 0 na Coreia do Sul, 4 a 1 na Polônia, 10 a 0 na Nova Zelândia, 12 a 1 na Croácia e 2 a 0 no Reino Unido. 

Esta última partida, aliás, era decisiva pois as meninas britânicas também estavam invictas e quem vencesse conquistaria o título. Em contrapartida, a Nova Zelândia perdeu em todas as rodadas e caiu para o Grupo B da Divisão 2. 

Nesta semana temos o Grupo B da Primeira Divisão do Mundial feminino em Pequim, na China. Na próxima semana teremos jogos em divisões menores nos Mundiais masculinos adulto e sub-18. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.