Brasil participará do segundo Pan de Hóquei no Gelo

Equipe brasileira do 1º Pan de Hóquei (Reprodução)

O começo sempre é meio vacilante, com troca de datas, adiamentos, dúvidas e incertezas. Mas o fato é que o Pan-americano de Hóquei no Gelo conseguiu confirmar sua segunda edição. O torneio mais uma vez acontece no belíssimo Icedome, na Cidade do México, entre os dias 3 e 7 de junho deste ano. 

O regulamento e as equipes participantes ainda não foram confirmadas, mas a expectativa é termos, no mínimo, os mesmos participantes do ano anterior: Canadá, com uma equipe juvenil, México, Argentina, Colômbia e, sim, o Brasil. A CBDG já publicou um ofício com os critérios de convocação dos atletas. 

Serão selecionados 15 atletas de linha e dois goleiros, provenientes das equipes de hóquei inline do país. Os competidores interessados podem confirmar o interesse em fazer parte da equipe - basta preencher uma ficha de inscrição (presente no link acima) e enviar para alexandre.capelle@cbdg.org.br.

É importante dizer que os atletas deverão ter, no mínimo, 18 anos, experiência na modalidade e devidamente registrados na confederação nacional. A CBDG bancará a taxa de inscrição, viagem, clínicas, traslados no local e uniformes de jogos e treinos. Entretanto, o atleta terá que bancar alimentação, hospedagem, seguro viagem e seguro contra acidentes. Ele também precisa apresentar um atestado de saúde recente. Não é o mundo ideal, eu sei, mas temos que levar sempre em conta a falta de dinheiro no caixa da entidade. 

O atleta precisa preencher e enviar a ficha de inscrição até o dia 8. A lista dos pré-convocados será divulgada no site oficial da confederação no dia 9 de abril, mas a convocação final será divulgada após o Campeonato Brasileiro de Hóquei Inline no dia 21 de abril. Até porque bons valores podem ser identificados na competição, sem dúvida.

A novidade é que a CBDG espera levar até uma equipe "Brasil B", com atletas que ficaram de fora da convocação final da entidade. Entretanto, os atletas interessados terão que arcar todos os custos da viagem e do campeonato. Convenhamos, vai ser difícil montar um time com 15 atletas e 2 goleiros dispostos a bancar do bolso. 

O nome do treinador ainda não foi definido e os dirigentes cogitam até mesmo contratar um técnico estrangeiro para a disputa. Os interessados podem conferir o ofício completo aqui e os custos estimados pela entidade aqui.  

O Pan-americano de Hóquei no Gelo tem tudo para se tornar em um importante campeonato da modalidade para os países da América Latina. É um pequeno passo, mas é o primeiro de um projeto de longo prazo que pode inserir Argentina, Brasil e Colômbia no cenário internacional. Se a equipe norte-americana disputar então, seria lindo (mesmo com um time juvenil). 

Confira, agora, um vídeo publicitário sobre a segunda edição da competição!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.