Resumo brasileiro nos esportes de neve

O período entre 10 e 22 de março não teve novidades apenas nos esportes de gelo. Os atletas de neve do Brasil também participaram de provas importantes. Confira um resumo com tudo sobre a equipe brasileira de esqui alpino, snowboard e paralímpica!

Esqui Alpino

Guilherme Grahn (Divulgação/CBDN)

O período de duas semanas não foi bem para a equipe brasileira de esqui alpino. Guilherme Grahn, Fabio Guglielmini e até Jhonatan Longhi participaram de provas, mas não conseguiram conquistar bons resultados. Na verdade, apenas Guilherme conseguiu completar uma descida. 

O jovem participou de três corridas de slalom gigante em Idre, na Suécia. Nas duas primeiras ele não conseguiu completar uma das descidas e ficou de fora da classificação final. Na última tentativa, no dia 15, ele conseguiu ficar na 20ª posição com o tempo de 1min47seg98 e 68.23 pontos FIS. 

No mesmo fim de semana o experiente Jhonatan Longhi participou da etapa da Copa do Mundo de esqui alpino em Kranjska Gora, na Eslovênia. Ele esteve presente na prova de slalom, mas não conseguiu completar a primeira descida e viu de longe o norueguês Henrik Kristoffersen vencer a disputa. Por fim, Fabio Guglielmini participou de outras três provas de slalom gigante na Itália, mas também não completou nenhuma das provas. 

O time brasileiro de esqui alpino será responsável pela despedida do país na temporada. Guilherme participa de provas na Suécia até o dia 28 de março. Já Fabio compete na Itália até o dia 2 de abril. 

Snowboard

Lucas Alves (Divulgação/CBDN)

Com o jovem Lucas Alves, o Brasil esteve presente no Mundial Júnior de Snowboard em Yabuli, na China. O atleta participou da prova do snowboardcross e ficou na 51ª posição, com o tempo de 54seg81 na qualificação - apenas os 32 melhores avançavam para a final. Nela, o título ficou para o russo Daniil Dilman após vencer a bateria decisiva. 

No dia 29 de março, o time de snowboard deve se despedir da temporada com Mario Zulian e Lucas Rezende. Ambos estão convocados para uma prova de cross em Cooper Mountain, nos EUA. 

Paralímpico

A boa notícia nesse período foi a participação do brasileiro Fernando Aranha na Copa do Mundo de Cross-Country Paralímpico. O evento aconteceu em Surnadal, na Noruega, e foi a primeira prova do atleta na neve após os Jogos Paralímpicos de Sochi. 

Ele conquistou excelentes resultados e seguiu sua evolução no esporte. Na primeira prova, os 15km na categoria sentado, ele ficou na décima posição, com o tempo de 51min19seg6 e 115.94 pontos - o vencedor foi o canadense Chris Klebl, com 40min24seg0. Depois, nos 10km, Fernando repetiu a décima posição com 30min34seg0 e 115.94 pontos, sua melhor marca da carreira. 

Essa temporada foi especial para a equipe paralímpica da CBDN. Após os Jogos de Sochi o ano foi de afirmação, com Fernando Aranha e André Cintra entre os melhores do cross-country e snowboard, respectivamente. 

Fernando Aranha (Lediard Foto AS)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.