Mundial Júnior de Esqui Alpino

Guilherme Grahn durante prova na Suécia (Divulgação/CBDN)

Está rolando em Hafjell, na Noruega, mais uma edição do Mundial Júnior de esqui alpino. Pelo segundo ano consecutivo o jovem Guilherme Grahn, que nasceu em Teresina (PI) e mora na Suécia, é o representante brasileiro na competição. Mas ao contrário de 2014, quando conseguiu ótimas marcas, esta edição não trouxe tanta sorte ao competidor. 

No domingo, o jovem brasileiro competiu no slalom gigante e conseguiu um resultado semelhante ao do ano passado. Ele ficou na 62ª posição, com o tempo combinado de 2min40seg14 e 120.63 pontos FIS. No total, 69 atletas completaram as duas descidas e o vencedor foi o prodígio norueguês Henrik Kristoffersen. Medalhista em Sochi, ele venceu com 2min23seg67.

Depois, na segunda-feira, Guilherme participou da prova de slalom e não teve tanta sorte. Cotado para melhorar sua excelente marca do ano anterior (quando conseguiu 67 pontos FIS), o brasileiro não conseguiu completar a primeira descida e ficou de fora da classificação final. 

A competição deveria ser a despedida do jovem nesta temporada, mas ele ainda pode participar de provas regionais na Suécia até abril e tentar melhorar seus recordes. Por mais que a participação no Mundial Júnior não tenha saído como o planejado, 2015 já ficará na história de Guilherme. Afinal, ele foi o primeiro esquiador brasileiro a quebrar a barreira de 40 pontos FIS ao estabelecer novo recorde nacional. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.