Brasil no Mundial de Skeleton

Gustavo Henke (Divulgação)

A temporada dos esportes de gelo não para aqui no Brasil e o país estará presente no Mundial de Bobsled e Skeleton que está rolando em Winterberg, na Alemanha. Gustavo Henke, atleta de skeleton, competirá na disputa masculina na próxima quinta-feira, dia 5. 

Ele conseguiu o índice após conquistar preciosos pontos na Copa América entre novembro e dezembro e embarcou na semana passada para o país europeu. A meta é se adaptar à pista (que ele nunca viu na vida) e tentar fazer um bom papel no encerramento das competições de trenó. 

Esta é a segunda vez que o Brasil participa do Mundial de Skeleton na história. Emílio Strapasson, hoje presidente da CBDG, participou da edição de 2011 bancando do próprio bolso esta aventura. Agora, dois anos após a crise institucional da entidade, Gustavo Henke não só disputa a competição como também vislumbra uma vaga olímpica em 2018! 

Resultados

O Mundial de Bobsled e Skeleton começou no fim de semana passado, com as provas de duplas de bobsled e por equipe (combinando as duas modalidades). O que se viu foi um domínio alemão, conquistando seis das nove medalhas em disputa!

Apenas no bobsled feminino o país-sede não conquistou o ouro. O time dos EUA, comandado por Elana Meyers Taylor e Cherrelle Garrett, levou o título mundial com 3min46seg47 após as quatro descidas. Anja Schneiderheinze e Annika Drazek, da Alemanha, ficaram com a prata, 43 centésimos atrás. As também alemãs Cathleen Martini e Stephanie Schneider completaram o pódio.

Na dupla masculina de bobsled o time da casa conquistou seu primeiro ouro com Francesco Friedrich e Thorsten Margis. Eles marcaram 3min43seg30 e ficaram pouco mais de um segundo dos seus compatriotas Johaness Lochner e Joshua Bluhm, segundos colocados. Os letões Oskar Melbardis e Daumants Dreiskens, campeões da Copa do Mundo, ficaram apenas com o bronze. 

Por fim, na disputa por equipe, a Alemanha também conseguiu outra dobradinha. O título mundial foi do Time 1, com Axel Jungk, Cathleen Martini, Lisette Thoene, Tina Hermann, Francesco Friedrich e Martin Grothkopp. A equipe conseguiu o tempo combinado de 3min48seg83. O Time 2 da Alemanha ficou com a prata, 44 centésimos atrás. O bronze foi da Rússia.

Além da disputa masculina do skeleton nesta quinta-feira, o Mundial conta com a prova feminina da modalidade na sexta-feira e o quarteto masculino do bobsled no encerramento da competição, no sábado. 

Time alemão dominou 1ª parte do mundial de bobsled (Reprodução)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.