Sétima posição

André Cintra (divulgação)

Participação inédita nos Jogos Paralímpicos de Inverno, medalha de bronze em Copa do Mundo e, agora, entre os dez melhores do mundo do para-snowboard. O currículo de André Cintra não para de crescer nos esportes de inverno e o último feito aconteceu nesta terça-feira em La Molina, na Espanha.

Na prova do snowboardcross para amputados acima do joelho no Mundial paralímpico da modalidade, o brasileiro terminou na sétima posição, após perder uma bateria acirrada contra o russo Serafim Pikalov - André liderava a prova, mas foi ultrapassado nos metros finais. 

"Fui à frente o percurso todo. Cometi o erro de procurá-lo e acabei sendo ultrapassado", lamentou o brasileiro no site oficial da CBDN.

É do esporte, não tem jeito. O importante é notar a evolução do brasileiro no esporte. Na eliminatória para a tomada de tempo ele ficou na quarta posição. Não fosse o descuido contra o forte competidor russo, teria um caminho livre até o pódio. Tanto que Pikalov ficou com o bronze, enquanto o holandês Chris Vos foi o campeão mundial e o norueguês Kristian Moen ficou com a prata. 

André ainda terá tempo de conquistar outro bom resultado no Mundial de snowboard paralímpico na Espanha. Nesta sexta-feira ele compete no banked slalom, uma mistura de snowboardcross com slalom gigante - é sua estreia nesta categoria.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.