Revanches e dobradinhas

Neste fim de semana tivemos a disputa de duas modalidades da Copa do Mundo de Esqui Livre. Os atletas de moguls competiram em Val St.Come, no Canadá, enquanto os atletas de esqui cross participaram de duas provas em Arosa, na Suíça. Confira os resultados:

Revanche no Moguls

Hannah Kearney e Kingsbury no alto do pódio (FIS/Buchholz)

Na última etapa da Copa do Mundo de Moguls, nos EUA, a canadense Justine Dufour-Lapointe foi a campeã e frustrou a torcida local pela norte-americana Hannah Kearney. Porém, neste fim de semana, foi a vez de Kearney dar o troco e frustrar a torcida dos canadenses pelo clã Dufour-Lapointe. 

A atleta dos EUA ficou com o ouro ao marcar 85.28 pontos durante sua descida, deixando Chloe Dufour-Lapointe com a medalha de prata ao conseguir "apenas" 78.03 pontos. A também canadense Audrey Robichaud garantiu o bronze com 76.36 pontos. 

Para piorar o lado do Canadá, a vitória recolocou Hannah Kearney na liderança do ranking da Copa do Mundo de Moguls com 426 pontos, deixando Justine Dufour-Lapointe na segunda colocação com 403. Sua irmã, Chloe, é a terceira com 332. 

Felizmente para a torcida canadense o herói local Mikael Kingsbury confirmou o favoritismo e ficou com o título entre os homens. Ele fez uma descida perfeita e conseguiu 88.31 pontos, contra 85.18 do australiano Matt Graham. O russo Alexandr Smyshlyaev garantiu a terceira posição com 84.12. 

Ele é o líder isolado do ranking masculino de Moguls com 529 pontos, bem à frente de Smyshlyaev, o segundo colocado com 281. Já o canadense Phillip Marquis é o terceiro com 265. A próxima etapa da Copa do Mundo de moguls acontece entre os dias 28 de fevereiro e 1º de março em Tazawako, no Japão. 

Dobradinha no esqui cross

Fanny Smith e Victor Norberg comemoram a dupla vitória (GEPA Pictures)

A suíça Fanny Smith e o sueco Victor Norberg foram os destaques da Copa do Mundo de esqui cross em Arosa, na Suíça. Eles simplesmente venceram as duas provas disputadas nos alpes. 

Entre as mulheres, Fanny Smith sobrou nas baterias e venceu as duas disputas. Na primeira prova ela conquistou o ouro deixando a sueca Anna Holmlund com a prata e a veterana francesa Ophelie David com o bronze. Na segunda descida, novamente Anna Holmlund ficou com a prata e a russa Sofia Smirnova garantiu a terceira posição. 

A dupla vitória recolocou Fanny Smith na briga pelo título da Copa do Mundo de esqui cross feminino. Ela está com 325 pontos, apenas dez atrás de Anna Holmlund. Marielle Thompson, do Canadá, é a terceira com 300. 

No masculino, Victor Norberg venceu a primeira corrida ao chegar na frente do russo Sergey Ridzik, prata, e do francês Bastian Midol, bronze. Depois, o ouro sueco veio com vitória na bateria decisiva sobre Ridzik, novamente prata, e do alemão Daniel Bohnacker, bronze. 

Com os resultados, o atleta da Suécia pulou na frente do ranking masculino de esqui cross com 311 pontos, contra 207 do francês Jean Frederic Chapuis, segundo colocado, e 205 do alemão Andreas Schauer, terceiro colocado. 

A próxima etapa da Copa do Mundo de esqui cross é no próximo fim de semana, entre os dias 13 e 15 de fevereiro, na cidade de Are, na Suécia. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.