Os Eleitos

Raphael Paiva e Anne Shibuya (Reprodução/Facebook)

Raphael Paiva e Anne Shibuya. São estes os escolhidos pela CBDG na primeira fase da seletiva técnica para definir o time brasileiro para o Mundial de Duplas Mistas. Agora, os dois se preparam para enfrentar Marcelo Mello e Aline Gonçalves, representantes do país na competição do ano passado. 

O desafio já acontece neste fim de semana, com três jogos entre sexta e domingo em Cloverdale, no Canadá. O resultado é importante, mas não é o fator primordial para escolher os atletas. O técnico Craig Lightbody avaliará outros quesitos, como a técnica na varrição e lançamento da pedra, trabalho em equipe, entre outros pontos. 

Vale lembrar que a escolha será individual e não por duplas. Resumindo: o time pode ser composto por um jogador do time A com um do time B - sempre levando em conta a avaliação técnica da diretoria e treinador. 

Tanto que Raphael e Anne não jogaram juntos na primeira parte da seletiva. A confederação utilizou como avaliação a participação de dez atletas brasileiros no Campeonato de Duplas de Vancouver, realizado neste último fim de semana, no Canadá. Raphael estava no time Caju com Isis Oliveira, enquanto que Anne estava no time Shibuya ao lado do canadense Matt.

Dos seis times brasileiros, apenas dois conseguiram passar para a segunda rodada da Divisão A, justamente as equipes de Raphael e Anne. O "Caju" venceu Gneiss Guys por 3 a 1 e o "Shibuya" fez 5 a 1 no Sheet Disturbers. Porém, na segunda rodada, ambos foram derrotados.

Com a derrota, eles foram para a Divisão C e se enfrentaram logo nas quartas de final. Neste caso, Raphael e Isis venceram Anne e Matt por 4 a 1 e foram até as semifinais, onde perderam para o College Sweephearts. 

Dos outros quatro times nacionais que perderam na primeira rodada da Divisão A, o destaque ficou para a equipe Barrella-Rodrigues. A dupla, composta por Luciana e Márcio, venceu Gneiss Guys por 6 a 2 na primeira rodada da Divisão B, derrotaram o "Brasília", da atleta nacional Alessandra e do canadense Stephen, por 5 a 2 nas quartas de final e só pararam na semifinal para o Flightless Furry Fruit. 

Já os times "De Boas" (Sarah e Danubio Aguiar) e "Team Cerquinho" (Márcio Cerquinho e Daniel) perderam na Divisão B e pararam na Divisão D. Lá, o Team Cerquinho venceu o duelo brasileiro nas quartas de final e foi eliminado na semi para o Legion of Broom.

Com três semifinais, as equipes brasileiras mostraram um ótimo desempenho e impressionaram o técnico Craig Lightbody. A diferença foi mínima para definir os nomes de Raphael Paiva e Anne Shibuya após a competição, mostrando que o Brasil pode, sim, fazer boas seleções e conquistar resultados importantes nos próximos anos.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.