Mundial Juvenil de Biatlo

Gabriela Neres em ação (divulgação/CBDN)

Gabriela Neres, Caio Moreira e Bruna Moura representam o futuro do Brasil no Biatlo. Por conta disso, os três estiveram presentes no Mundial Juvenil e Júnior da modalidade, realizado neste fim de semana em Minsk-Raubichi, na Bielorrússia. E eles mostraram que estão no caminho certo para competirem em provas adultas. 

Individual

A primeira prova disputada foi o individual. Gabriela Neres competiu no juvenil 10km feminino e ficou na 72ª posição, com o tempo de 41min49seg3 e oito tiros errados. Ela ficou 37,5% acima do tempo das três primeiras colocadas - no total, 82 competidoras terminaram a prova e a vitória foi da ucraniana Anna Kryvonnos, com 30min09seg1 e um tiro desperdiçado.

No juvenil masculino 12,5km, Caio ficou na 85ª posição, na frente de outros quatro rivais, com o tempo de 50min36seg5 e 12 tiros errados. Seu desempenho foi 43,8% superior ao pódio - o título foi do russo Kirill Streltsov, com 35min04seg8 e dois tiros errados. 

Por fim, no individual júnior feminino 12,5km, Bruna Moura ficou na 63ª e última posição, com 59min34seg8 e 10 tiros desperdiçados - um desempenho 56,5% superior às três primeiras colocadas. O título mundial foi da ucraniana Yuliya Zhurakov, com 37min54seg1 e desempenho perfeito nos tiros. 

Sprint

Depois houve a disputa das provas de sprint. Gabriela Neres, no juvenil 6km, conseguiu o melhor resultado do país em um Mundial Juvenil de Biatlo. Ela foi a 58ª colocada, com 20min38seg4 e apenas um tiro errado! Isso a fez ter um desempenho 25,2% superior ao pódio! No total, 83 jovens terminaram a prova e a vencedora foi Darya Blashko, da Bielorrússia, com 16min26seg4 e nenhum tiro errado.

No juvenil 7,5km masculino, Caio conseguiu melhorar sua marca pessoal. Ele foi o 83º dentre os 89 que completaram a prova, com o tempo de 28min0seg6, cinco tiros errados e 34,5% acima da média do pódio. O título mundial foi do norueguês Jonas Mobakken, com 20min38seg5 e nenhum tiro desperdiçado. 

No júnior feminino 7,5km, Bruna Moura ficou na 64ª e última posição com 35min23seg1 e nove tiros errados (o que comprometeu sua atuação, sem dúvida). Ela ficou 70,5% acima das três primeiras colocadas - a vitória foi da francesa Lena Arnaud, com 20min40seg6 e desempenho perfeito no estande. 

Perseguição

No domingo, dia 22, os três brasileiros encerraram sua participação no Mundial Juvenil e Júnior de Biatlo com as provas de perseguição. Gabriela Neres foi a única representante presente por ter obtido índice nas duas provas anteriores. 

Porém, ela não conseguiu repetir as boas atuações e terminou na 59ª e última posição, com o tempo de 39min04seg7 e nove tiros errados, comprometendo sua atuação. Ela ficou 62,9% acima da média das três primeiras colocadas - a vitória foi da norueguesa Ingrid Tandrevold, com 23min26seg9. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.