Mundial de Esqui Nórdico, dia 3 - Alemães

Carina Vogt salta para o ouro (Divulgação/FIS)
 
A Alemanha mostrou porque é uma potência olímpica de inverno. No terceiro dia de disputa do Mundial de Esqui Nórdico em Falun, na Suécia, o país europeu conquistou os dois ouros que estiveram em competição nesta sexta-feira: o esqui saltos feminino e o combinado nórdico.
 
A vitória mais inesperada aconteceu justamente no Combinado Nórdico HS 100 e 10km. Não que a Alemanha não tenha competidores de peso na modalidade. Mas quando todos esperavam mais uma vitória de Eric Frenzel, coube ao novato Johaness Rydzek garantir o triunfo germânico com 26min38seg9 na prova de cross-country. O italiano Alessandro Pittin ficou com a prata e o francês Jason Lamy Chapuis foi bronze.
 
No esqui saltos feminino a campeã olímpica Carina Vogt voltou a superar rivais que viviam melhor fase para confirmar a temporada perfeita em sua carreira. Na prova HS 100, a alemã conseguiu 236.9 pontos, à frente da japonesa Yuki Ito, prata com 235.1 pontos. A austríaca Daniela Iraschko-Stolz, líder da temporada, ficou apenas na terceira posição, com 233.8 pontos.
 
"Após a primeira rodada eu sinceramente não esperava vencer hoje. É inacreditável após tudo o que aconteceu no último ano. Estou muito feliz", comentou a nova campeã mundial.
 
Por fim, o terceiro dia do Mundial de Esqui Nórdico também contou com a qualificação do esqui saltos masculino HS 100. O suíço Simon Ammann, totalmente recuperado após um grave acidente no Four Hills, conseguiu a primeira posição com 119 pontos (apenas um salto é realizado). As finais acontecem neste sábado.
 
Johaness Rydzek (nº 5) caminha para a vitória (NordicFocus)
 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.