Mundial de Esqui Alpino, dia 7 - Bicampeã

Tina Maze comemora o segundo ouro nos EUA (Agence Zoom)

O legal da prova do Super Combinado é ver o competidor que consegue manter uma regularidade tanto nas provas de velocidade quanto nas técnicas do esqui alpino. Em suma, quem é mais versátil e completo. E atualmente, meus caros, não há atleta mais completa entre as mulheres na modalidade do que a eslovena Tina Maze. 

Nesta segunda-feira a atleta conquistou o título mundial em Vail Beaver Creek, nos EUA, na prova do super combinado. Ela conseguiu unir bem a velocidade do downhill com a precisão do slalom para marcar o tempo de 2min33seg37 e levar sua segunda medalha dourada na competição - ela já conquistou o downhill e ainda levou a prata no Super G nesta edição.

De quebra, Tina Maze ainda impediu um pódio triplo da Áustria. Nicole Hosp ficou com a prata ao conseguir 2min33seg59 e sua compatriota Michaela Kirchgasser ficou com o bronze. Anna Fenninger, outra austríaca, ficou na quarta posição. 

"Estou totalmente exausta. É um programa difícil e a largada tarde no slalom também contribuiu para isso. Mas vencer sempre é fantástico e agora tenho um tempo para descansar e curtir", comentou a eslovena após a prova.

Até porque ela tem tudo para conquistar mais medalhas no Mundial de Vail Beaver Creek. Como bem lembrou o amigo Os Olímpicos, Tina Maze tem quatro ouros em quatro provas diferentes nos Mundiais! Só resta o slalom...

Com seis provas disputadas até o momento, o tabu norte-americano continua. Com o encerramento das provas de velocidade, a esperança dos EUA recai sobre Mikaela Shiffrin nas provas técnicas no feminino. Ou ainda na disputa por equipe, que acontecerá nesta terça-feira a partir das 14h15 no horário local (17h15 no horário brasileiro de verão).

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.