Mundial de Esqui Alpino, dia 12 - Agora sim

Mikaela Shiffrin (Agence Zoom)

Depois que Ted Ligety abriu a porteira, como dizemos aqui no interior, os atletas dos EUA estão mais leves para conseguirem bons resultados no Mundial de esqui alpino disputado em Vail Beaver Creek! Neste sábado, a jovem Mikaela Shiffrin conseguiu o ouro na prova de slalom - o último em disputa para as mulheres. 

Na verdade, ela conseguiu defender o título, conquistando o bicampeonato mundial na prova e na própria casa, literalmente - a jovem mora em Vail! "Foi uma competição dura, principalmente a segunda descida. Eu estou muito feliz de chegar no topo, mas realmente tive que dar o máximo até o fim", comentou a norte-americana. 

O ouro veio com 1min38seg48, apenas 34 centésimos de segundos à frente da sueca Frida Hansdotter, medalhista de prata. Sarka Strachova, da República Tcheca, ficou com a medalha de bronze. Tina Maze, que poderia entrar para a história se ganhasse o quinto título mundial em cinco provas diferentes, ficou apenas na oitava posição. 

A brasileira Maya Harrisson também competiu na prova, mas novamente faltou sorte para a representante tupiniquim. Da mesma forma que no slalom gigante, ela não conseguiu completar a primeira descida e ficou de fora da classificação final - despedindo-se com gosto amargo do Mundial de Esqui Alpino. 

Masculino

Um pouco antes aconteceu a classificatória masculina do slalom para a corrida decisiva do domingo. O Brasil conseguiu um excelente resultado com o jovem prodígio Michel Macedo! O garoto de apenas 16 anos terminou na 33ª posição, com o tempo de 1min58seg02. O espanhol Joaquim Salarich teve o melhor tempo do dia, com 1min48seg38. 

Tobias, irmão mais velho de Michel, não teve tanta sorte assim e não conseguiu completar a primeira descida, ficando de fora da classificação. O brasileiro volta à pista neste domingo para a definição dos medalhistas do slalom e o encerramento do Mundial de Esqui Alpino.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.