Escolhidos

Aline e Marcelo, de azul, conseguem a vaga (Divulgação/CBDG)

Neste fim de semana aconteceu a segunda e última parte da seletiva técnica da CBDG para definir a dupla brasileira no Mundial de Curling de duplas mistas. O evento acontece entre os dias 18 e 25 de abril em Sochi, na Rússia e o Brasil apostou na continuidade da equipe.

Marcelo Mello e Aline Gonçalves foram os escolhidos pela confederação após a série de três jogos contra os desafiantes Raphael Paiva e Anne Shibuya no Canadá. A decisão foi tomada com os dados colhidos pelo técnico Craig Lightbody, responsável pelo time brasileiro.

O interessante é que Marcelo e Aline venceram apenas uma das três partidas realizadas. Eles perderam os dois primeiros jogos por 8 a 6, mas venceram o último duelo por 12 a 6. De acordo com a página oficial da CBDG no Facebook, a regularidade apresentada pela dupla foi o que chamou a atenção da comissão técnica. 

É uma sensação estranha, pois no fim a dupla Raphael e Anne venceram duas das três partidas. Mas é bom salientar que desde o início a entidade afirmou que a escolha não estaria ligada aos resultados e muito menos à dupla - ou seja, seriam escolhas individuais, incluindo atletas de duas equipes diferentes. 

O importante é ver que o Brasil possui bons atletas tanto entre os homens quanto entre as mulheres e pode, sim, formar equipes competitivas no curling. Até porque neste ano tem o Mundial de Equipes mistas, com presença quase certa do time brasileiro. 

Em 2014, Aline e Marcelo foram os primeiros brasileiros a participarem de algum torneio internacional de curling, justamente no Mundial de Duplas Mistas. Na ocasião, eles conseguiram uma inesquecível primeira vitória contra o Cazaquistão por 8 a 3. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.