Disputa acirrada no esqui cross

Jean Frederic Chapuis conquistou três vitórias seguidas (GEPA Pictures)

Um problema na Internet em minha casa impediu de publicar alguns resultados de campeonatos de inverno na semana passada. Um deles foi da Copa do Mundo de Esqui Cross. Entre os dias 14 e 15 aconteceu uma etapa em Are, na Suécia, e nesta semana tem provas Tegernsee, na Alemanha. As disputas correspondem à antepenúltima e penúltima etapa da competição.

O que se viu foi um acirramento na briga pela primeira posição da Copa do Mundo. A disputa esquentou  em Are. Victor Norberg ganhou a primeira prova masculina no local, ao derrotar o francês Jean Frederic Chapuis, prata, e Michael Forslund, também sueco, bronze. Na outra disputa masculina, Chapuis deu o troco e venceu a bateria decisiva, deixando o suíço Alex Fiva na segunda posição e o alemão Paul Eckert na terceira colocação.

Entre as mulheres, a sueca Anna Holmlund levou a torcida local ao delírio ao vencer a segunda corrida em Are - Andrea Zemanova, da República Tcheca, ficou com a prata e a austríaca Andrea Limbacher ficou com o bronze. Na primeira corrida o ouro foi da francesa Alizee Baron, seguida pelas austríacas Katrin Ofner, segunda colocada, e Andrea Limbacher, terceira.

Entretanto, em Tegernsee, na Alemanha, Jean Frederic Chapuis voltou a vencer na primeira disputa masculina, deixando o alemão Daniel Bohnacker com a prata e o sueco Victor Norberg com o bronze. Na segunda disputa, Chapuis voltou a vencer, com o esloveno Filip Flisar na segunda posição e o sueco Viktor Andersson em terceiro. 

Entre as mulheres, a suíça Fanny Smith recuperou a boa fase e venceu a primeira prova na Alemanha. A francesa Alizee Baron ficou com a prata e a sueca Anna Holmlund ficou na terceira posição. Na segunda corrida, Holmlund deu o troco e venceu a bateria decisiva, com Limbacher conquistando a prata e a veterana francesa Ophelie David com o bronze.

Após duas etapas e faltando apenas disputa para o fim da Copa do Mundo de Esqui Cross, a situação ficou a seguinte: entre os homens, Jean Frederic Chapuis abriu uma pequena, mas importante vantagem com 587 pontos, contra 495 de Victor Norberg. No feminino, Anne Holmlund colocou a mão na taça com 615 pontos, contra 507 da suíça Fanny Smith. A última etapa acontece em março, em Merivel, na França. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.