Primeiros pontos

Flávio Macedo na primeira etapa, em Kuthai (Reprodução)

As condições climáticas não eram lá as mais agradáveis. Após um adiamento, a segunda etapa da Copa do Mundo de Luge em pista natural finalmente aconteceu na pequena e rural cidade de Laas, na Itália, neste fim de semana. Houve atrasos, mudanças e muita confusão. Mesmo assim, os brasileiros Flávio Macedo e Rafael Manfrinato marcaram importantes pontos no ranking mundial. 

Flávio conseguiu somar 17 pontos ao terminar na 24ª posição da Copa do Mundo, com o tempo de 1min12seg22, à frente de um competidor ucraniano. O vencedor foi o italiano Patrick Pigneter, com 1min01seg02 - Alex Gruber, da Itália, ficou com a prata e Thomas Kammerlander, da Áustria, foi bronze.

Já Rafael disputou a Copa das Nações (com atletas que não se classificaram para a Copa do Mundo). Ele ficou na décima posição, à frente de três atletas, com o tempo de 1min25seg17 - conseguindo, assim, seis pontos. O vencedor desta disputa foi Florian Breitenberger, também da Itália. 

A conquista de pontos importantes diminui um pouco os problemas enfrentados pela equipe lá na Itália. O primeiro dia de disputas foi normal: a tomada de tempo válida para a classificação prosseguiu normalmente, com Flávio e Rafael terminando na 32ª e 35ª posição, respectivamente. Com os remanejamentos, o primeiro foi para a Copa do Mundo e o segundo ficou na Copa das Nações.

O problema começou no segundo dia de disputa. A temperatura subiu muito, em torno de 13ºC e com chuvas que danificaram a pista italiana. Assim, a organização cancelou qualquer corrida. A Copa das Nações foi definida pelo tempo obtido na classificação e a definição da Copa do Mundo ficou para o domingo.

O problema é que a temperatura não baixou o suficiente, ficando em 5ºC, e as chuvas voltaram a castigar o local das provas. Dessa forma, nova mudança no cronograma. Ao invés de duas descidas para conhecer o campeão, apenas uma corrida decisiva para todos os atletas. Nela, Flávio fez a 24ª marca citada anteriormente.  

Se o tempo permitir, os atletas voltam à pista natural neste fim de semana, com a terceira etapa da Copa do Mundo em Deutschnofen, novamente na Itália.  

Rafael Manfrinato em ação (Reprodução)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.