Mundial de Snowboard e Esqui Livre - Final

Limbacher e Ophelie David disputam o ouro nos centímetros (Agence Zoom)

É o encerramento que todo Mundial sonha em ter. Decisão emocionante, definida apenas no photo-finish, com a torcida indo ao delírio com a vitória do time da casa e ainda por cima com um nível técnico excelente. A decisão do esqui cross foi um resumo excelente do Mundial de Snow e Esqui Livre disputado em Kreischberg, na Áustria. 

A austríaca Andreas Limbacher levantou a torcida com o ouro entre as mulheres. Na última bateria, ela superou a veterana Ophelie David, da França, e a favorita Fanny Smith, da Suíça, nos metros finais. Aliás, apenas depois da confirmação por foto que Limbacher e todo o público presente puderam comemorar. 

É o primeiro título mundial da jovem de 25 anos. Aliás, ela não era cotada para esta conquista: em disputas de Copas do Mundo, Limbacher possui quatro pódios em 45 provas - número abaixo dos principais nomes do esporte. 

"É inacreditável ver que ganhei o ouro. Eu já estaria feliz com a prata", brincou a austríaca após ver a confirmação do photo-finish.

No masculino outro favorito sucumbiu nos metros finais. Campeão mundial em 2013, o francês Jean Frederic Chapuis teve que se contentar com a prata após ser ultrapassado pelo esloveno Filip Flisar - o sueco Victor Norberg completou o pódio. Também é a primeira conquista do tipo para o competidor da Eslovênia. 

Dessa forma chegou ao fim o Mundial de Esqui Livre e Snowboard de 2015. Além das provas fantásticas e dos feitos históricos, fica a certeza para a FIS que os dois esportes podem organizar suas competições simultaneamente no mesmo espaço. Os EUA foram os grandes campeões do quadro de medalhas, com quatro ouros e 11 no total. Ao todo, 20 nações conquistaram medalhas. 

Agora, o próximo Mundial é o de esqui nórdico, que une as provas de cross-country, esqui saltos e combinado nórdico. O evento acontece no início de fevereiro em Fallun, na Suécia.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.