Dream Team

Time alemão conquista mais um ouro (Reprodução/FIL)

De tempos em tempos vemos surgir um domínio impressionante de alguns países em determinadas modalidades, seja de verão ou de inverno. A supremacia costuma ser maior quando reúnem atletas considerados lendas do esporte. É o que acontece atualmente com a Alemanha no luge em pista artificial. 

Neste fim de semana aconteceu mais uma etapa da Copa do Mundo da modalidade na cidade alemã de Königssee. A torcida local fez a festa e viu seus atletas multicampeões conquistarem nada menos do que os quatro ouros disponíveis na disputa. 

A primeira medalha dourada veio entre os homens com Felix Loch, bicampeão olímpico. O competidor voou na pista e conseguiu o tempo 1min39seg716, mais de sete décimos à frente de Andi Langenhan, seu compatriota e dono da segunda posição. O norte-americano Chris Mazder conquistou a medalha de bronze com 1min40seg525. 

Entre as mulheres, mais um título para Natalie Geisenberger. Ela fez o percurso em 1min41seg411 e ficou três décimos à frente da canadense Alex Gough. A também alemã Dajana Eitberger ficou na terceira posição com 1min41seg871. 

Nas duplas a disputa foi mais intensa. Os campeões olímpicos Tobias Wendl e Tobias Arlt se recuperaram na temporada e venceram seus compatriotas e rivais Toni Eggert e Sascha Benecken. Os primeiros ficaram com o ouro ao marcarem 1min40seg810, deixando os segundos com a prata. Os austríacos Peter Penz e Georg Fischler terminaram com o bronze. 

Por fim, na disputa por equipes, era de se esperar que o Dream Team alemão dominasse completamente a prova. E foi o que aconteceu. Loch, Geisenberger e a dupla Wendl/Arlt venceram com 2min44seg493, mais de um segundo e meio à frente da equipe norte-americana e quase dois segundos do time canadense, terceiro colocado. 

A Copa do Mundo de Luge em pista artificial dá uma parada de duas semanas e retorna nos dias 17 e 18 para a quinta etapa, em Oberhof, novamente na Alemanha.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.