Domínio americano

 Kearney e Kingsbury com os globos da temporada passada (Reprodução)

Aconteceu neste sábado em Calgary, Canadá, a segunda etapa da Copa do Mundo de Esqui Livre Moguls e, como era de se esperar, o domínio foi completamente dos atletas da América do Norte. Das seis medalhas distribuídas, apenas um foi para competidor que não é do Canadá e dos EUA. 

O japonês Sho Endo conseguiu furar a barreira e garantiu o bronze com uma nota de 82.47 pontos. O vencedor da prova foi o canadense Mikael Kingsbury, com 85.78 pontos, seguido pelo seu compatriota Simon Pouliot-Cavanagh, prata com 82.92. 

O interessante é que o bronze do japonês foi o suficiente para alçá-lo à liderança do ranking da Copa do Mundo. Ele possui 140 pontos, contra 129 de Kingsbury - Anthony Benna, da França, é o terceiro na busca pelo título geral com 104. 

Entre as mulheres, a norte-americana Hannah Kearney não se importou com o apoio da torcida canadense e impediu que a conquista do país fosse completo. Ela venceu com 83.76 pontos na nota, deixando as canadenses e irmãs Chloe e Justine Dufour-Lapointe com as medalhas de prata e bronze, respectivamente. 

A competidora dos EUA ainda pulou para a primeira posição do ranking com 160 pontos, empatando com Chloe Dufour-Lapointe - Justine é a terceira com 105 pontos. A próxima etapa da Copa do Mundo de esqui livre acontece entre os dias 8 e 10 de janeiro em Deer Valley, nos EUA. No primeiro dia, temos provas de aerials, seguindo com moguls e dual moguls.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.