Dobradinhas

Sara Takanashi voa para a vitória no Japão (Divulgação/FIS)

Neste fim de semana aconteceram provas das Copas do Mundo de esqui saltos (tanto masculino quanto feminino) e de combinado nórdico. As disputas ficaram marcadas por alegrias dobradas para alguns atletas e países. 

O maior destaque ficou para a saltadora japonesa Sara Takanashi. Competindo em Sapporo, no Japão, e contando com o apoio da torcida, a atleta simplesmente venceu as duas provas disputadas por lá na montanha HS 100 metros.

Na primeira, ela conseguiu 249.9 pontos, muito acima de Daniela Iraschko-Stolz, da Áustria, que se contentou com a prata ao saltar para 231.1 pontos. O bronze ficou para a eslovena Spela Rogelj. No segundo dia, Takanashi obteve 236.3 pontos, deixando a alemã e campeã olímpica Carina Vogt na segunda posição e a austríaca Chiara Hoelzl com o bronze. 

Com essa dobradinha, Sara Takanashi assume a ponta do ranking feminino da Copa do Mundo de esqui saltos com 260 pontos. Iraschko-Stolz está na segunda posição, com 210, e Spela Rogelj ocupa a terceira posição, com 186.

Enquanto as mulheres competiam na Ásia, os homens duelavam em Tauplitz/Bad Mitterndorf, na Áustria. A diferença é que a prova foi numa montanha HS 225 e a prova considerada "voo de esqui" por conta da distância. Por conta das condições ruins do vento e da neve, a direção da prova realizou apenas um dia de disputa, no sábado.

O alemão Severin Freund conseguiu vencer sua primeira etapa na temporada ao marcar 420.5 pontos. O austríaco Stefan Kraft, vencedor do Four Hills, manteve a boa fase ao levar a prata com 394.4. O esloveno Jurij Tepes completou o pódio. 

Michael Hayboeck continua na liderança do ranking masculino de esqui saltos, com 704 pontos, mas vê Stefan Kraft se aproximar cada vez mais. Agora, ele chegou a 697 pontos. O esloveno Peter Prevc está em terceiro, com 634.

A próxima Copa do Mundo de esqui saltos acontece na Polônia. No dia 15 temos a qualificação em Wisla. No dia seguinte acontece a primeira prova masculina em Zakopane. 

Combinado Nórdico

Eric Frenzel comemora a vitória (Sandra Volk)

A disputa do Combinado Nórdico aconteceu em Chaux-Neuve, na França, com duas provas individuais. A expectativa era por uma vitória francesa, sempre favoritos na prova. Porém, foram alemães e noruegueses que comemoraram neste fim de semana. 

Na primeira prova, disputada em montanha HS 118 e com corrida de 10km no cross-country,  Eric Frenzel, da Alemanha, venceu com 27min31seg9. Seu compatriota Fabian Ressle garantiu a dobradinha ao chegar em segundo com 27min38seg3. O norueguês Magnus Moan ficou na terceira posição. 

No segundo dia, no domingo, Moan conseguiu chegar ao lugar mais alto do pódio com 28min46seg8. O também norueguês Magnus Krog ficou com a prata ao chegar em 28min55seg2. O austríaco Bernhard Gruber ficou com o bronze. 

Fabian Riessle segue na ponta do ranking da Copa do Mundo de Combinado Nórdico com 376 pontos. Eric Frenzel se recuperou bem na temporada e já ocupa a segunda posição com 321. O japonês Akito Watabe segue em terceiro, com 293. A próxima etapa acontece em Seefeld, na Áustria, entre os dias 16 e 17.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.