Disparou!

Marcel Hirscher em ação na prova que conquistou (Agence Zoom)

Marcel Hirscher é um monstro do esqui alpino e provou isso mais uma vez neste fim de semana. Com uma vitória e uma terceira posição em Adelboden, na Suíça, o austríaco disparou no ranking masculino da Copa do Mundo da modalidade. 

Agora, ele soma 836 pontos, mais de 200 à frente do norueguês Kjetil Jansrud, especialista em provas de velocidade (downhill e Super G). A terceira posição provisória é do alemão Fritz Dopfer, que chegou nos 506 pontos nesta temporada. 

A distância de Hirscher para os rivais começou no sábado, com a prova de slalom gigante. Ele conseguiu o tempo de 2min39seg11 e conseguiu chegar à frente do francês Alexis Pinturault, medalhista de prata, e do jovem norueguês Henrik Kristoffersen, terceiro colocado. 

No dia seguinte, na disputa do slalom, Hirscher não foi tão bem, mas mesmo assim conseguiu assegurar o bronze com 1min56seg73. A vitória ficou para o italiano Stefano Gross, que obteve o tempo combinado de 1min56seg70. Isso mesmo, a diferença entre o primeiro e o terceiro colocados foi de apenas três décimos! Entre eles ficou Fritz Dopfer. 

A vida mansa de Hirscher no topo do ranking deve diminuir no próximo fim de semana. A Copa do Mundo masculina de esqui alpino embarca para Wengen, também na Suíça, na disputa de downhill e Super G.  

Prova feminina cancelada

Se os homens competiam normalmente na Suíça, as mulheres encontraram dificuldades na etapa da Copa do Mundo em Bad Kleinkirchheim, na Áustria. A temperatura não ajudou e teimou em ficar morna, deixando a neve mole em diversas partes da pista - o que colocaria em risco a condição física das atletas em uma prova de velocidade.

Assim, a FIS cancelou a disputa após realizar diversas análises. As competidoras voltam à pista na terça-feira, dia 13, em Flachau, na Áustria, para uma prova de slalom.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.