Prova de resistência

Leandro Lutz em ação (Michel van Balkum)

Três dos atletas mais experientes do Brasil nas provas de endurance participaram da abertura da terceira etapa da Copa IBU de Biatlo nesta terça-feira. Fabrizio Bourguignon e Leandro Lutz entre os homens e Mirlene Picin no feminino levaram a bandeira brasileira para os alpes de Obertilliach, na Áustria. 

Eles participaram da corrida de distance, que corresponde a 20km no masculino e outros 15km no feminino. Os resultados brasileiros ficaram na média do que o país conquista e pode ser considerado muito bom se levarmos em conta as condições climáticas adversas ("faltou" neve no local de competição e os organizadores correram com neve artificial para manter o cronograma). 

Mirlene ficou na 96ª posição nos 15km com o tempo de 1h10min34seg6 e 13 tiros errados no estande. Ao todo, 97 atletas completaram a prova e a brasileira teve um tempo 49,7% acima da média das três primeiras colocadas. A alemã Tina Bachmann venceu a prova com 46min56seg2 e um tiro errado. Iryna Varvynets, da Ucrânia, ficou com a prata e Darya Yurkevich, da Bielorrússia, foi bronze. 

Entre os homens, Fabrizio Bourguignon terminou na 121ª posição com 1h12min13seg0 e apenas três tiros errados (uma marca muito boa mesmo). Já Leandro Lutz foi o 123º e último colocado, com 1h15min21seg3 e oito tiros errados. Eles ficaram 42,4% e 48,6% acima da média do pódio, respectivamente.

O vencedor foi o ucraniano Vitaly Kilchytskyy, com 50min12seg5 e um tiro errado. O austríaco Sven Grosseggen ficou com a prata, 39 segundos atrás e dois tiros errados. Petr Pashchenko, da Rússia, completou o pódio com 51min01seg6 e um tiro desperdiçado.

Na quarta e na sexta-feira teremos duas provas de sprint para cada gênero com a participação brasileira. O objetivo é melhorar gradualmente a participação nesta temporada.

Mirlene Picin (Reprodução)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.