Freestyle

Taylor Gold e Kelly Clark: campeões no halfpipe (Divulgação)

Esqui alpino, provas de gelo, endurance... faltava apenas uma classe de atletas para estrear nesta temporada de inverno: os radicais! Agora, porém, não falta mais. A última semana marcou a estreia das Copas do Mundo de esqui livre e snowboard na América do Norte. As provas aconteceram entre Cooper Mountain, nos EUA, e Nakiska, no Canadá. 

A primeira modalidade a competir foi o esqui livre halfpipe, em Cooper Mountain. As disputas qualificatórias foram no dia 3 de dezembro e, dois dias depois, aconteceram as provas oficiais. Janina Kuzman, da Nova Zelândia, surpreendeu e conquistou o ouro feminino após obter a nota de 85 pontos em sua apresentação. Devin Logan, dos EUA, foi prata e Ayana Onozuka, do Japão, ficou com o bronze. 

No masculino, o domínio foi norte-americano. David Wise ficou na primeira posição após fazer uma bela apresentação e ter a nota de 92.40 pontos. Torin Yater-Wallace garantiu a dobradinha com a segunda posição e Benoit Valentin, da França, completou o primeiro pódio da temporada. 

Ainda nos alpes dos EUA, tivemos a abertura da Copa do Mundo de Snowboard Halfpipe. E mais uma vez os donos da casa dominaram a modalidade. Entre os homens, a disputa não foi fácil: Taylor Gold foi o campeão ao conquistar a excelente nota 96.75 pontos, apenas um ponto acima do chinês Yiwei Zhang - Ben Ferguson levou o bronze e garantiu mais uma medalha americana. 

No feminino, a situação foi mais tranquila. Kelly Clark não teve problemas em cravar 92.25 pontos e garantir o ouro com mais de cinco pontos de vantagem sobre sua compatriota Arielle Gold, segunda colocada. Hannah Teter ficou na terceira posição e garantiu o pódio triplo norte-americano. 

Por fim, em Naniska (Canadá), tivemos a primeira prova de esqui cross. Thomas Zangerl, da Áustria, ganhou o ouro entre os homens, com Victor Norberg, da Suécia, com a prata e Armin Niederer, da Suíça, com o bronze. Nas mulheres, título para a canadense Marielle Thompson, garantindo a alegria da torcida local. Georgia Simmerling garantiu a dobradinha do país da América do Norte e Fanny Smith, da Suíça, completou o pódio. 

Nas próximas semanas teremos mais provas da Copa do Mundo de esqui livre e snowboard. No dia 11, por exemplo, teremos a abertura da temporada para o paralelo gigante.

Confira outros dois pódios das modalidades radicais desta semana:

David Wise no topo do esqui halpipe (Divulgação)

Thomas Zangerl e Marielle Thompson, do esqui cross (Divulgação)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.