Dada a largada

Equipe júnior de biatlo do Brasil (Divulgação/CBDN)

Enquanto Guilherme Grahn descia as montanhas suecas no esqui alpino, os jovens da sua idade que competem no cross-country e biatlo começavam a temporada também em grande estilo. Caio Moreira, Bruna Moura e Gabriela Neres participaram de uma prova de endurance em Pokljuka, na Eslovênia.

Os três competiram em uma prova de sprint no Biatlo. Entre os homens, Caio ficou na 15ª posição, com o índice de 38,86%. No feminino, o destaque ficou por conta da brasiliense Gabriela Neres, que foi a 16ª com 24,57%. Bruna Moura chegou na 23ª posição com o percentual de 38,84%. 

Infelizmente não encontrei os resultados completos da prova disputada na Eslovênia (não é fácil justamente por ser uma prova não-oficial). Sempre é bom lembrar que no Biatlo o índice é obtido pela comparação entre o tempo do atleta e a média dos três primeiros colocados. O ideal é ficar abaixo de 20%, número que representa a "nota de corte" em muitas provas. 

A competição é o que menos importa para os três na Eslovênia. Até o dia 11 eles participam de um training camp com a IBU no país europeu. Enquanto isso, Vitor Melo e Victor Santos seguem em Obertilliach, na Áustria, para outra sessão de treinos. O objetivo de todos é o Campeonato Mundial Júnior de Biatlo, em Raubichi, na Bielorrússia. 

"O planejamento inclui bastante tempo de esqui e também foco no estande de tiros. É importante que eles se acostumem mais a atirar com frequência cardíaca elevada", destacou Anna Maria Nilsson, treinadora que acompanha o grupo na Eslovênia. Leandro Ribela é o comandante do grupo em solo austríaco.

Após o dia 11, a delegação se une em Obertilliach para a disputa da Copa Alpina. Depois, um período de descanso no Brasil durante o Natal e Ano Novo. Por fim, nova preparação de treinos em janeiro e fevereiro antes do Mundial de Biatlo.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.