A vez das mulheres

Sertãozinho comemora! (Eiji Yoshimura)

Uma semana depois dos marmanjos disputarem o título brasileiro, foi a vez das mulheres competirem nas quadras de hóquei inline da cidade de São Paulo. Quatro equipes femininas disputaram o troféu do campeonato Carlos Lopes da Costa, disputado na AABB entre o sábado e domingo. 

AABB, Hípica, Spiders e THT (Tourists Hockey Team) foram os times participantes que colocaram as mulheres para jogar. Por mais que não tenha o glamour de um campeonato nacional, o evento mostra ao público que o hóquei feminino existe e é muito bem representado no país. 

O Spiders de Sertãozinho conquistou o título ao vencer o AABB por 6 a 4 na decisão. Os dois times, aliás, desde o início mostraram que brigariam pela conquista. Hípica ficou na terceira posição ao derrotar o THT pelo placar de 6 a 3 na disputa pelo bronze. 

Independentemente dos resultados e das posições, o grande vencedor foi o hóquei inline feminino do Brasil. Recordo-me da aventura das mulheres da seleção brasileira em julho, no Mundial da modalidade organizado pela FIRS. Elas largaram seus trabalhos e sua "vida normal" para representar o país na França. Para complicar, ainda coincidiu com a Copa do Mundo de futebol - deixando-as ainda mais no ostracismo. 

Desde os tempos da faculdade sempre me interessei pela luta das mulheres no cenário esportivo brasileiro. Quando envolve modalidades de inverno (ou derivadas delas), nem se fale. Que em 2015 as meninas possam participar de mais competições.

Confira alguns cliques das quatro equipes femininas (todas as fotos são de Eiji Yoshimura):

Final entre Spiders (azul e rosa) e AABB

Lance do confronto final

THT e Hípica na decisão do bronze

Menina do Hípica (à esq.) desafia THT pelo bronze

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.