Top 8

Quarteto brasileiro em Sochi: evolução (Reprodução)

Se olharmos os números frios, terminar em oitavo com apenas 11 equipes na disputa pode não parecer tão impressionante assim. Porém, o propósito deste espaço é justamente ir além das estatísticas pobres. E por isso mesmo que a oitava posição conquistada pelo quarteto brasileiro de bobsled deve ser muito comemorado. 

Isso porque a primeira etapa da categoria, em Park City (EUA), novamente contou com campeões mundiais e olímpicos. Inclusive com duas das melhores mulheres da modalidade comandando os trenós com três marmanjos de pushers - a canadense Kaillie Humphries e a norte-americana Elana Meyers Taylorse saíram muito bem por sinal, ocupando a sexta e a sétima posições, respectivamente.

O time brasileiro, composto pelo piloto Edson Bindilatti e os pushers Odirlei Pessoni, Edson Martins e Davidson de Souza, apareceu na sequência, com o tempo de 1min38seg85 e pouco mais de um segundo atrás do primeiro colocado.

A equipe dos EUA comandada por Nick Cunninghan surpreendeu e ficou com o ouro ao completar as duas descidas em 1min37seg57, desbancando o compatriota Steve Holcomb, que ficou em segundo por apenas 19 centésimos. O quarteto britânico pilotado por Lamin Deen completou o pódio. 

A pouca diferença em relação aos primeiros colocados já é uma prova concreta da evolução da equipe brasileira nesses últimos meses. Além disso, se olharmos para o tempo da largada, descobrimos que o time nacional teve o quarto melhor desempenho desta primeira etapa! Ah se os trenós fossem atuais! 

Neste domingo, os blue birds voltam à pista de Park City para tentar melhorar sua posição na segunda etapa da Copa América. Logo em seguida, já embarcam para Calgary, no Canadá, onde acontecerão mais duas etapas da competição na próxima semana.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.