Superação

Francisco e Gustavo (Reprodução)

A tarde desta sexta-feira reservou grandes emoções para a equipe brasileira de skeleton. Gustavo Henke e Francisco Irlândio participaram da terceira etapa da Copa América, realizada em Calgary, no Canadá, e conseguiram manter a regularidade das duas primeiras descidas. 

Mas, para isso, teve sacrifícios, principalmente para Francisco. O atleta simplesmente descreveu esta prova como sua "maior superação como atleta". Veja o relato que ele deu no Facebook:

"A todos que me conhecem sabem que sempre dou o melhor de mim! Mas hoje foi, para mim, minha maior superação como atleta! Pela razão que não conseguia pisar no chão de tanta dor na perna! Disse a mim mesmo: se há alguém que pode fazer essa descida e empurrar esse trenó, esse alguém só pode ser EU! Fui para o bloco de partida com os olhos cheios de lágrimas de tanta dor, mas convicto que daria meu melhor! E assim foi feito! Um dos cinco melhores push da competição!", comentou o brasileiro na rede social.

Francisco conseguiu o tempo combinado de 2min02seg15, terminando na 14ª posição dentre os 17 que participaram da prova, mas conseguiu um dos melhores tempos de largada. Gustavo Henke também tem o que comemorar, ao terminar na 12ª posição com o tempo de 1min58seg89. Ele ficou pouco mais de quatro segundos atrás do australiano John Farrow, o vencedor da prova. O americano Trent Kraychir ficou com a prata e o canadense Kevin Boyer completou o pódio. 

Neste sábado os brasileiros voltam à pista de Calgary para a quarta etapa da Copa América de skeleton. Eles buscam somar pontos para disputarem a etapa da Copa do Mundo da modalidade em dezembro. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.