Grand Prix diversificado

Ksenia Stobolva e Fedor Klimov (Getty Images)

A Rússia vem dominando as provas do Grand Prix de Patinação Artística e a expectativa era de que conquistasse a maioria das medalhas na etapa realizada em Moscou, neste fim de semana. Porém, a quarta etapa da competição reservou algumas gratas surpresas. 

O time da casa conquistou apenas um ouro e ele veio acompanhando com um pódio triplo nos pares. A dupla Ksenia Stobolva e Fedor Klimov venceu com folga, somando 211.97 pontos no total. A prata ficou com Evgenia Tarasova e Vladimir Morozov, que fizeram 173.78. O bronze foi para a dupla Kristina Astakhova e Alexei Rogonov, com 164.68 pontos. 

Na dança no gelo, prova muito forte para a Rússia, o casal norte-americano Madison Chock e Evan Bates surpreenderam e levaram o título com 174.28 pontos. Os russos Elena Ilinykh e Ruslan Zhiganshin se contentaram com a prata ao marcarem 160.43. Já Penny Coomes e Nicholas Buckland, do Reino Unido, completaram o pódio com 158.02 pontos 

Nas disputas individuais, os atletas russos também sucumbiram e ficaram nas segundas posições de suas categorias. Entre os homens, Sergei Voronov não foi páreo para o espanhol Javier Hernandez, que levou o ouro ao somar 265.01 pontos, treze acima do atleta da casa. O tcheco Michal Brezina completou o pódio com 241.23. 

Entre as mulheres, a decepção foi menor. Terceira no programa curto, a russa Anna Pogorilaya subiu uma posição com 173.43 pontos na somatória da nota. A vencedora foi a japonesa Rika Hongo, que cravou 178 pontos na classificação final. Já a canadense Alaine Chartrand, primeira colocada no primeiro dia, terminou com o bronze. 

A quinta etapa do Grand Prix de Patinação artística acontece em Bordeaux, na França, entre os dias 21 e 23 deste mês. É a penúltima etapa de classificação antes da final. 

Javier Hernandez (getty images)

Série Challenger

Na mesma semana do Grand Prix a cidade austríaca de Graz recebeu mais um torneio da série internacional Challenger. O torneio reúne 11 das principais competições de patinação artística em todo o mundo. Nesta semana aconteceu o Ice Challenge nas quatro categorias: masculino, feminino, pares e dança no gelo.

O grande destaque ficou para os atletas norte-americanos, donos de três dos quatro ouros disponíveis. A exceção ficou por conta dos pares, vencido pela dupla da Rússia. Lina Fedorova e Maxim Miroshkin ficaram em primeiro com 157.80 pontos na nota. Os austríacos Miriam Ziegler e Severin Kiefer fizeram a alegria da torcida da casa e levaram a prata com 142.56. Já Mari Vartmann e Aaron Van Cleave, da Alemanha, foram bronze com 140.82 pontos. 

Na dança no gelo, o casal Maia e Alex Shibutani, dos EUA, não deram chances para os rivais e venceram com 166.34 pontos. Os dinamarqueses Laurence Beaudry e Nikolaj Sorensen terminaram em segundo com 147.06. Já os austríacos Barbora Silna e Juri Kurakin conquistaram o bronze com 129.58 pontos. 

No feminino, a norte-americana Hannah Miller teve uma recuperação fantástica. Quarta colocada no programa curto, ela subiu três posições e levou o ouro com 156.39 pontos no total. A sueca Isabelle Olsson foi a segunda, com 152.85, e a húngara Ivett Toth completou o pódio com 152.18.

Por fim, no masculino, Douglas Razzano conquistou o título com 199.92 pontos, três a mais do que o russo Alexander Samarin, medalhista de prata. O alemão Martin Rappe foi bronze com 180.66. 

A Série Challenger segue na próxima semana com a Copa Varsóvia, na Polônia, entre os dias 20 e 23 de novembro.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.