Em casa

Isadora no 1º show (Leandro Martins e Marcello Zambrana)

Isadora Williams está radiante. Requisitada para fotos e entrevistas, atende a todos com a mesma simpatia que a consagrou nas redes sociais. Entre uma pausa e outra, clínicas e ensaios que integram o espetáculo Astros do Gelo. O evento reúne algumas das principais lendas da patinação artística e termina neste domingo, no Ginásio Ibirapuera. 

E por mais que a brasileirinha custe a acreditar, é ela o grande foco da atenção do público. Não por ter as medalhas olímpicas de Brian Boitano, Ekaterina Gordeeva e Ilia Kulic, por exemplo, mas por mostrar aos seus conterrâneos que este país tropical pode sim conquistar um espaço no panteão com os grandes heróis da patinação artística no gelo.

"Tudo isto é o meu sonho. Queria fazer essa apresentação para os brasileiros. Estar aqui é muito bom. O show é muito lindo", derrete-se Isadora numa entrevista exclusiva e improvisada para o Brasil Zero Grau.

Por isso que ela nem se cansa das constantes atividades que precisa fazer. Neste sábado de manhã ela teve mais um compromisso: uma clínica para patrocinadores e convidados ao lado de outros patinadores profissionais. Por duas horas, ela desfilou na excelente pista de gelo montada no Ibirapuera, mostrando a crianças e adultos algumas das técnicas que os grandes nomes utilizam para patinarem.

Nem parecia que doze horas antes ela se apresentava diante de um público caloroso e que se divertia com cada pirueta, cada salto e até mesmo com cada queda - Isadora mesma teve uma, levantando-se com o apoio dos aplausos da torcida presente. 

A somatória das apresentações e a apresentação belíssima de Franc D'Ambrosio empolgaram a crítica. Neste sábado e domingo, as outras duas apresentações, a expectativa é termos casa cheia. Todos querem conferir de perto a exibição de Isadora Williams. 

Tamanho carinho fez a jovem se sentir em casa. Ela, aliás, soube ser uma ótima anfitriã, apresentando a cidade e o Brasil a seus amigos incríveis. "É uma honra. Eu via eles patinarem na televisão e hoje estou do lado de todos eles, dividindo o gelo", continua. 

É o mesmo sentimento que várias crianças possuem com Isadora atualmente - todos querem tietar e tirar fotos com uma atleta olímpica e presente na história do esporte brasileiro (inclusive este blogueiro). Quem sabe daqui alguns anos uma ou outra criança presente neste show não comece a patinar também e dê mais alegrias para o país?

O céu é o limite para os nossos sonhos e Isadora é a prova viva de que persegui-los é muito recompensador, apesar dos sacrifícios. 

Na clínica para convidados (Leandro Martins)

Competições

Após a última apresentação, Isadora volta aos EUA para continuar seus treinamentos nesta temporada. Com programas novos, ela precisa se aperfeiçoar ainda mais para as próximas competições. 

O objetivo é um só: retornar à disputa do Campeonato Mundial, em março. Dois anos atrás, ela terminou na 25ª posição, a melhor da história do país. Para isso, disputará os Quatro Continentes em fevereiro para conseguir os pontos necessários. 

Por conta disso, ela retorna aos treinos imediatamente após o espetáculo e só dará uma pausa no dia 16 de dezembro, quando volta ao Brasil para receber o prêmio de melhor atleta de gelo do Comitê Olímpico Brasileiro, no Rio de Janeiro. 

Isadora (Marcello Zambrana e Leandro Martins)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.