Corrida qualificada

Davidson e Odirlei (Divulgação)

Por um instante eu pensei que a Copa América de Bobsled tinha virado a primeira etapa da Copa do Mundo da modalidade. Alguns dos maiores nomes do esporte participaram desta primeira descida e elevaram o nível da disputa. Melhor para os brasileiros, que puderam colocar à prova todos os treinamentos realizados. 

E o resultado é totalmente positivo: tanto os homens quanto as mulheres se saíram muito bem e conquistaram bons resultados em Park City, nos EUA. 

A dupla feminina, composta por Fabiana dos Santos e Larissa Antunes, terminou na 11ª posição com o tempo de 1min44seg17, pouco mais de quatro segundos atrás das norte-americanas Elana Meyers e Cherrelle Garrett, vencedoras da primeira etapa. A prata também ficou para os EUA, com Jamie Greubel Poser e Michelle Howe. As canadenses Kaillie Humphries (campeã mundial) e Melissa Lotholz ficaram com o bronze. Ao todo, 14 duplas competiram na prova. 

Entre os homens, duas duplas participaram pelo país. Edson Bindilatti e Edson Martins ficaram na 11ª posição, com o tempo de 1min41seg26, apenas dois segundos a mais do que o líder da prova. Já Odirlei Pessoni (que participou da escola de pilotagem) e Davidson de Souza terminaram na 19ª colocação, com 1min43seg39, mas com a certeza de que tem muito a evoluir. 

No total, 20 duplas participaram da prova masculina. O norte-americano Steve Holcomb, campeão mundial, ficou com o ouro ao lado de Aaron Victorian. Nick Cunninghan e James Reed, também do primeiro time dos EUA, terminaram em segundo e a dupla Codie Bascue e David Cremin fecharam o pódio totalmente yankee. 

Nesta sexta-feira, novamente em Park City, temos a segunda etapa da Copa América. Às 14h no horário brasileiro teremos as provas de skeleton. Depois, por volta da meia-noite, acontece a disputa das duplas no bobsled. No fim de semana temos a disputa do quarteto. No sábado o Brasil Zero Grau traz todos os detalhes do segundo dia de disputa do torneio.

Um comentário:

Tecnologia do Blogger.