Vaquinha

Leandro Lutz em competição (Divulgação)

O crowdfunding realmente se transformou num importante meio de arrecadação de fundos para atletas de várias modalidades. No caso dos brasileiros em esportes de inverno então, nem se fala.O último a aderir à moda é o esquiador Leandro Lutz, do time de cross-country.

Ele lançou recentemente sua campanha na plataforma Kickante. O objetivo principal é financiar sua caminhada rumo ao Mundial da modalidade em Falun, na Suécia, em fevereiro do ano que vem. Portanto, ele possui quatro meses para conseguir o índice em diversas competições na Europa e EUA. 

Pelas suas contas, ele precisa de R$ 5 mil para financiar as viagens, inscrições e treinamentos. Atualmente, ele está em um período de treinos intensivos no país norte-americano e pretende melhorar ainda mais suas marcas no cross-country. Apesar de não ser nenhum menino, Leandro está numa evolução constante e pode, sim, sonhar com a vaga no Mundial e até mesmo nos Jogos Olímpicos. 

Você pode ver mais informações e contribuir neste link. Ah, aproveita e também confira a campanha do time feminino do Brasil no curling! A campanha delas termina em três dias. 

Estudos acadêmicos

Já virou uma excelente tradição para a CBDN.  Pelo terceiro ano seguido, a entidade estimula o desenvolvimento de uma pesquisa acadêmica na área de educação física e divulga os resultados no início da temporada boreal. A apresentação do trabalho aconteceu no 37º Simpósio Internacional de Ciências do Esporte.

Dessa vez, o trabalho monitorou a carga interna e a tolerância ao estresse dos jovens atletas de cross-country. Os dados foram coletados nos training camps de São Carlos, no início da temporada sul-americana, e contou com a presença dos seis jovens integrantes da equipe júnior de cross-country e biatlo.

A pesquisa foi conduzida por Ademir Arruda e Roberto Carnevale, preparadores físicos da CBDN, Leandro Ribela, atleta olímpico e treinador do time júnior, e Pedro Cavazzoni, superintendente técnico da entidade. Os dados mostram que os atletas lidaram apropriadamente com a intensificação das cargas de treinamento, assim como reforçou a importância do monitoramento individual dos treinos. Confira a íntegra do trabalho aqui!

Um comentário:

  1. muito legal seu site parabéns pela criatividade

    http://tocarviolinoprofissional.aprendaamais.com

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.