Tradição russa

Equipe russa no Troféu Finlândia: medalhas no peito (Divulgação)

A Rússia mostra porque tem uma das melhores equipes de patinação artística no gelo no mundo (se não for a melhor). Independentemente do atleta que estiver competindo, o país sempre briga e conquista medalhas em eventos da modalidade. A prova aconteceu neste fim de semana, durante a disputa da sétima etapa do Junior Grand Prix e do Troféu Finlândia.

Junior Grand Prix

A sétima e última etapa aconteceu em Zagreb, capital da Croácia, e viu um desfile dos atletas russos novamente. Dos quatro ouros em disputa, três foram para competidores do país. 

A única exceção foi a disputa masculina. O japonês Shoma Uno venceu a prova com folga ao marcar 227.51 pontos, bem a frente dos rivais. A prata foi do norte-americano Nathan Chen, com 208.16 pontos, e o bronze ficou para o coreano June Hyoung Lee, com 203.92. 

No feminino, a russa Maria Sotskova se recuperou no programa longo e conseguiu uma vitória apertada. Ela fez 170.81 pontos, apenas 1.4 a mais do que a norte-americana Karen Chen, medalhista de prata. A também russa Alexandra Proklova fechou o pódio ao marcar 159.23. 

Nos pares, a Rússia conseguiu mais uma dobradinha. A dupla Maria Vigalova e Egor Zakroev venceu com 167.28 pontos, enquanto que Daria Beklemisheva e Maxim Bobrov ficaram com a prata ao conseguirem 143.62. Os ucranianos Renata Oganesian e Mark Bardei conquistaram o bronze, com 135.57 pontos.

Por fim, na dança no gelo, mais um ouro russo com o casal Anna Yanovskaya e Sergey Mozgov, que conquistaram 145.34 pontos após a exibição dos dois programas. Os norte-americanos Rachel e Michael Parsons ficaram em segundo, com 140.33, e os húngaros Carolina Moscheni e Adam Lukacs foram os terceiros, com 135.96. 

Esta foi a última prova do Junior Grand Prix, consagrando o domínio da Rússia na modalidade nesta temporada até aqui. No fim do mês começa o Senior Grand Prix, que promete trazer os melhores atletas da patinação artística atualmente. 

Troféu Finlândia

O torneio, realizado em Espoo, teve três provas e, adivinhem, todas vencidas por atletas russos. No masculino a disputa foi mais apertada. Sergei Voronov ficou com o ouro após marcar 221.11 pontos nos dois programas, 0.36 pontos à frente de Adam Rippon, dos EUA, segundo colocado. Alexander Petrov, mais um da Rússia, fechou o pódio com 214.50. 

Entre as mulheres, Elizaveta Tuktamysheva sobrou. Venceu tanto o programa curto quanto o longo e levou o ouro com incríveis 193.31 pontos, mais de trinta pontos acima da segunda colocada, a norte-americana Samantha Cesario (159.40). O bronze ficou para a japonesa Rika Hongo, com 153.71 pontos.

E na disputa da dança no gelo, o casal Alexandra Stepanova e Ivan Bukin também não tiveram rivais à altura. Eles foram ouro com 152.82 pontos, enquanto que os alemães Neli Zhiganshina e Alexander Gazsi ficaram com a prata após conquistarem 139.98 pontos. Para completar o pódio, os norte-americanos Anastasia Cannuscio e Colin McManus fizeram 131.76.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.