Seleção escalada

Marcelo, Filipe e César, da esquerda para direita, integram a seleção (Divulgação)

Após ter que readequar o calendário de competições, a seleção brasileira masculina de curling começa a ganhar forma para encarar a maratona de treinos e eventos antes do Duelo contra os EUA, em janeiro de 2015. O primeiro passo foi a definição dos cinco atletas que participarão dos jogos neste primeiro momento.

A lista foi divulgada pela CBDG nesta semana. São oito atletas escolhidos para essa primeira etapa, lembrando que apenas cinco participam de competições.

Marcelo Mello, experiente e integrante do Mundial de Duplas Mistas em maio deste ano, encabeça a escalação. César Santos e Filipe Nunes, remanescentes dos dois primeiros desafios contra os norte-americanos, retornam ao time. Raphael Monticello, que compete na Premium League e é um dos principais incentivadores da modalidade, também está presente. Por fim, Sérgio Mitsuo Vilela, Marcio Rodrigues, Danubio Aguiar e Fabio Bollister completam a lista.

O primeiro desafio oficial será no GEWC Open, evento de um clube no Canadá e que acontece até o dia 2 de novembro. A tabela ainda não foi definida, mas sabe-se que a estreia será contra a Seleção de Taiwan. Aliás, o jogo vai ser um ótimo vestibular, pois os asiáticos enfrentaram os EUA no início do mês e dificultaram bastante, perderam por 8 a 7. É uma ótima oportunidade para saber o grau de entrosamento dos brasileiros. 

Entretanto, a partir do dia 27 a equipe já realiza alguns treinos sob coordenação do técnico Craig Lightbody. A expectativa é fechar um ou dois amistosos na quarta e quinta-feira. Além disso, a CBDG e a Associação Brasileira de Curling buscam um substituto para o torneio Vic Open - como você viu aqui, o evento teria a participação da seleção nacional, mas foi cancelado pelos organizadores.

Desafio

Na próxima semana, o presidente Emílio Strapasson e o superintendente Matheus Figueiredo, ambos da CBDG, embarcam para os EUA para acertarem os últimos detalhes do desafio contra os norte-americanos. O torneio vale vaga para o Mundial da modalidade.

A data já foi escolhida: 30 e 31 de janeiro e 1º de fevereiro em Blaine, no estado de Minessota. O confronto será no sistema playoff em cinco partidas, sendo vencedor quem vencer três confrontos. 

Mulheres

Nesta segunda-feira a equipe feminina do Brasil realiza sua quinta partida na liga feminina do Royal City Curling Club. O jogo será contra o Time House. 

O site oficial colaborou e pelo menos trouxe os vencedores das rodadas anteriores. Como era de se esperar, as meninas brasileiras não conseguiram o primeiro triunfo, com uma campanha de quatro derrotas até o momento. Vencer é bom, sem dúvida, mas este não é o objetivo principal. Agora, o mais importante para elas é aprender, entrosar e focar nos treinamentos.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.