Isadora no Brasil

Isadora Williams em Sochi (Reprodução)

Em agosto de 2013, ainda desconhecida do grande público, ela encantou a todos quando fez uma exibição numa pista de patinação no Rio de Janeiro. Depois, já na história por ter conquistado a primeira vaga olímpica do Brasil na patinação no gelo, veio para São Paulo receber o prêmio Brasil Olímpico. Agora, Isadora Williams retorna ao país para ser reconhecida como uma das principais patinadoras do mundo. 

A brasileirinha estará por aqui entre os dias 28 e 30 de novembro. Ela integra o espetáculo "Astros no Gelo", que pretende recriar a magia das apresentações da Broadway em um rink de patinação que será montado no ginásio do Ibirapuera, em São Paulo. Será uma exibição por dia, sempre à noite. 

O programa terá dois atos, com coreografias dos artistas e atletas convidados, acompanhados pelo famoso cantor e ator Franc D'Ambrosio e a orquestra Allegro.  Para unir a beleza da atuação com a da patinação artística, a organização recrutou um time de peso. Vamos aos nomes: 

  • Brian Boitano, dos EUA, ouro nos Jogos Olímpicos de Calgary-88
  • A russa Ekaterina Gordeeva, bicampeã olímpica em 1988 e 1994
  • O russo Ilia Kulik, campeão olímpico em 1998
  • Elvis Stojko, do Canadá, prata olímpico em 1994 e 1998 e tricampeão mundial
  • O eslovaco Jozef Sabovcic, bronze olímpico em 1984
  • Os campeões mundiais Todd Eldredge e Kimmie Meissner, ambos dos EUA
  • A japonesa Yuka Sato, também campeã do mundo
  • A francesa Surya Bonaly, três medalhas de prata em Mundiais
  • O inglês Steven Cousins, octacampeão britânico
  • A italiana Silvia Fontana, pentacampeã nacional
  • Alissa Czisny, dos EUA, campeã do Grand Prix Final
  • O norte-americano Ryan Bradley, campeão nacional
  • E as duplas Sinead & John Kerr e Naomi Lang & Peter Tchernyshev.

E entre eles, Isadora Williams. A brasileira se notabilizou por quebrar preconceitos no mundo da patinação artística e abriu espaço para que atletas de países não tão tradicionais pudessem ser vistos por "outros olhos" dos juízes. Prova disso é o reconhecimento que ela conquistou após conseguir o bronze no Golden Spin de Zagreb, a primeira medalha do país no cenário internacional, e participar dos Jogos Olímpicos de Sochi.

A jovem tem 18 anos, mas vive um carrossel de emoções. Viagens, competições, dura rotina de treinos, decepções e muita, mas muita, alegria! Ela é merecedora disso tudo e, nesse caso, teremos a chance de acompanhar de perto a beleza e felicidade que é sua exibição. 

Quem quiser garantir lugar neste verdadeiro programão, basta entrar neste link e adquirir seus ingressos. O "Astros do Gelo" tem o patrocínio da Lei de Incentivo a Cultura, Comgás e Mapfre. O apoio é da CVC, com Globo, Sportv e Isto É como parceiros de mídia. A realização é da Koch Tavares e do Ministério da Cultura.

Competição

Porém, antes de vir ao Brasil, Isadora irá até a Letônia para participar da 25ª edição da Volvo Open Cup, um dos torneios integrantes da série challenger da ISU. O evento acontece entre os dias 4 e 9 de novembro. É a primeira competição da brasileira após os Jogos Olímpicos de Sochi. 

Por conta disso, teremos várias mudanças na apresentação. Após o belo serviço prestado pelo técnico Andrey Kriukov, a atleta trocou o comando de seus treinos. Ela também reformulou seus dois programas, com novas músicas e coreografias. O curto terá a música Stairway to Heaven, do Led Zeppelin. O longo será uma combinação de canções brasileiras, que você ficou sabendo em primeira mão aqui!

"A temporada começa com a mudança de treinadores, dois programas novos e muita energia. O meu objetivo é ficar entre os dez primeiros lugares. Estou treinando muito para isto com a Natasha (coreografia e spins) e Serguei (treinador de saltos) juntos na mesma pista. Isto faz muita diferença", confirmou a jovem ao site da CBDG (aliás, a entidade traz uma entrevista completa com Isadora). 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.