Início arrasador

Anna Fenninger e Mikaela Shiffrin (Divulgação/Agence Zoom)

Confesso que me questionei muito se deveria acordar cedo para acompanhar a etapa de abertura da Copa do Mundo de esqui alpino, em Sölden, na Áustria. A segunda descida estava programada para 8h45 no horário brasileiro de verão e é no sábado a única oportunidade que tenho para dormir mais tarde e descansar. Resolvi assistir e, passada a primeira disputa, devo agradecer aos deuses da neve pela chance de acompanhar um feito raro!

Isso porque a prova feminina de slalom gigante terminou em um eletrizante empate na primeira posição! A norte-americana Mikaela Shiffrin e a austríaca Anna Fenninger cravaram o mesmo tempo na somatória das duas descidas. Ambas conseguiram 2min39seg85 e dividiram o lugar mais alto no pódio. Outra austríaca, Eva-Maria Brem, foi a terceira com 2min40seg12. 

A segunda descida, particularmente, exigiu muito das atletas. O clima ajudou, trazendo frio e deixando a neve pronta para a prova. Entretanto, sobretudo a segunda metade do percurso fez com que a maioria das mulheres perdessem velocidade e até mesmo o equilíbrio. 

Isso explica o fato de algumas favoritas terem sucumbido. Tina Maze, campeã geral da Copa do Mundo em 2012/2013 ficou na distante 22ª posição. A sempre forte Julia Mancuso foi a 17ª. Lara Gut, que venceu em Sölden no ano passado, ocupou a quinta posição na primeira descida, mas caiu na segunda e ficou de fora da classificação final. 

A austríaca Andrea Fischbacher começou na frente no início e durou algumas descidas. Foi substituída pela sueca Sara Hector e, posteriormente, pela alemã Viktoria Rebensburg na primeira posição. Porém, foi no fim, com as melhores da primeira descida, que tivemos as maiores emoções. 

Restando apenas duas competidoras, as austríacas Eva Maria Brem e Kathrin Zettel ocupavam as duas primeiras posições e deixavam a torcida local em êxtase na expectativa de um pódio triplo. Anna Fenninger foi à pista e parecia que conquistaria o título com folga, mas um erro na metade do percurso a fez perder tempo. Mesmo assim, pulou para a primeira posição com 0seg27 à frente das compatriotas. 

Bastava a norte-americana Mikaela Shiffrin, 19 anos e prodígio da modalidade. Ao contrário de Fenninger, parecia que a jovem ficaria até fora do pódio. Mas no fim, com uma excelente recuperação, ela mostrou do que é capaz. O mesmo tempo, o mesmo título e a certeza de que ela promete muito mais ao longo da temporada. 

Que início, meus caros! Compensou, e muito, acordar para acompanhar tudo isso! Ainda é cedo fazer projeções, mas o duelo Anna Fenninger e Mikaela Shiffrin promete esquentar o esqui alpino nos próximos meses. Além disso, temos o retorno de Lindsey Vonn e a certeza de que outras favoritas irão correr para se recuperarem rapidamente. 

Neste domingo, temos a disputa masculina. A primeira descida está programada para acontecer às 6h30 no horário brasileiro de verão. A segunda, que definirá os vencedores, acontece às 9h45. O Sportv transmitirá o evento ao vivo.

Algumas curiosidades desta primeira prova:
  • Anna Fenninger conquistou a quinta vitória seguida em prova de slalom gigante da Copa do Mundo. 
  • Mikaela Shiffrin venceu sua primeira etapa de slalom gigante. Antes, ela havia vencido apenas no slalom
  • Atual campeã geral da Copa do Mundo, Anna Fenninger tenta ser a primeira austríaca a manter o título em 23 anos. Ela começou bem a caminhada.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.