Provas de verão

Daniel Andre Tande voa para o bronze no 1º dia (Divulgação/FIS)

O inverno está no hemisfério sul, mas duas modalidades não param nos países do norte. Atletas de esqui saltos e combinado nórdico disputam provas de Grand Prix de Verão nos dois esportes para se manterem ativos e se prepararem para a temporada - que começará, de fato, em novembro.

A neve não faz tanta falta assim pois tanto os saltos quanto a prova de cross-country (no caso do combinado nórdico) são adaptados para o asfalto. Nos dias 23 e 24 de agosto, por exemplo, aconteceram duas provas de esqui saltos em montanha grande em Hakuba, no Japão.  As duas descidas foram vencidas por Phillip Sjoeen, da Noruega

No primeiro dia, disputado à noite, ele conseguiu 277.5 pontos. O esloveno Jernej Damjan ficou com a prata, com 271.5 pontos. O também norueguês Daniel Andre Tande conquistou o bronze, com 269.4. No dia seguinte, Sjoeen fez a dobradinha com 263.5 pontos, seguido pelo seu compatriota Daniel Tande, com 249.2 e ultrapassando o esloveno Damjan, bronze com 248.9. 

Depois, entre os dias 23 e 27 aconteceram as etapas de Grand Prix do Combinado Nórdico. A primeira foi em Oberwiesenthal, na Alemanha, e a segunda em Villach, na Áustria. Nessa modalidade o destaque ficou para o alemão Johannes Rydzek.

Ele conquistou o ouro nada menos do que nas três provas disputadas até o momento. Primeiro, ele venceu a disputa individual em 10km na Alemanha com 27min46seg9, mesmo sendo o quarto nos saltos e largando 18 segundos atrás de Eric Frenzel, líder no primeiro quesito e que ficou com a medalha de prata. Bjoern Kircheisen fechou o pódio triplo do país germânico.

Depois, ainda em solo alemão, venceu a disputa do revezamento com Eric Frenzel ao marcarem 29min31seg9, sete segundos à frente da equipe austríaca e doze segundos da outra equipe alemã na disputa. 

Após três dias de descanso, os atletas voltaram a competir no combinado nórdico nesta quarta-feira. Rydzek conquistou a vitória no individual 10km com 22min34seg3. Kircheisen conquistou a prata, chegando treze segundos atrás. Por fim, o esloveno Marjan Jelenko ficou com o bronze.

As provas seguem até setembro. O destaque, agora, é ver atletas mulheres no combinado nórdico para um período de treinamentos na modalidade. É o primeiro evento oficial da FIS em que elas participam do esporte (ainda que seja em treinos).

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.