Domínio na América do Sul

Enquanto os brasileiros continuam preferindo treinar do que competir na atual temporada sul-americana, as provas de inverno começam a invadir o calendário dos resorts argentinos e chilenos. Entre eles, o Cerro Catedral, da Argentina, que realizou três provas distintas entre os dias 11 e 14 desta semana. 

O que se viu, porém, foi o domínio do que podemos considerar como dois dos maiores nomes do esqui alpino latino-americano atualmente. Das oito provas em disputa (quatro masculinas e quatro femininas), os argentinos Sebastiano Gastaldi e Salome Bancora venceram nada menos do que sete corridas. 

A única exceção foi o slalom gigante feminino disputado no dia 13 pelo Kandahar de Los Andes. Maria Grampa, da Argentina, ficou com o ouro - Salome foi apenas a quinta colocada. 

No mais, amplo domínio. Gastaldi enfileirou quatro medalhas douradas, sendo dois no slalom e dois no slalom gigante. O melhor desempenho em termos de ranking foi no slalom gigante do Kandahar, com apenas 26.94 pontos FIS. 

Salome conquistou o ouro no slalom do campeonato nacional e do Kandahar e no slalom gigante da Copa Catedral, no último dia de disputa. Foi nesse, aliás, seu melhor resultado, com 24.23 pontos FIS e a certeza de que os hermanos seguem dominando o continente nessa modalidade de inverno.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.