Consagração

Michel Macedo voou na América do Sul (Divulgação)

Neste sábado, Michel Macedo surpreendeu ao conquistar o título no slalom gigante do Campeonato Brasileiro de esqui alpino. Neste domingo, porém, ele se consagrou como um dos mais talentosos atletas de neve do Brasil. Conquistou mais um ouro, dessa vez na prova de slalom, disputada em La Parva, no Chile. 

O torneio nacional foi integrante da Copa Sul-americana de esqui alpino. Na disputa internacional, tivemos um empate na primeira colocação! Os franceses Theo Leleu e Gabriel Rivas cravaram 1min31seg04 nas duas descidas e dividiram o ouro. O bronze foi do argentino Tomas Birkner, com 1min31seg10 e 15.87 pontos FIS.

Michel, o melhor brasileiro na disputa, ficou na 30ª posição da disputa - 37 atletas completaram as duas descidas. O jovem fez o tempo de 1min42seg23 e 103.90 pontos, um pouco acima da marca obtida no dia anterior. Tobias Macedo, o irmão mais velho, ficou com a prata brasileira ao chegar na 34ª posição, com 1min50seg80 e 171.67 pontos. Francisco Nobre foi o 36º e terceiro na competição nacional com 1min55seg04 e 205.21 pontos FIS. 

Os outros dois brasileiros não tiveram tanta sorte assim. Fabio Guglielmini foi desqualificado logo na primeira descida. Já Guilherme Grahn teve azar e não conseguiu demonstrar seu enorme potencial. Dessa vez, ele não conseguiu completar a segunda descida e também ficou de fora da classificação final.

A disputa no resort chileno foi o primeiro deste novo ciclo olímpico com a renovada equipe de esqui alpino do Brasil. Depois de anos de domínio de Jhonatan Longhi, o espaço de principal atleta do país está vago. Com os dois ouros neste fim de semana, Michel Macedo dá o primeiro passo para ocupar esse posto. 

Feminino

Entre as mulheres, está difícil achar alguém que supere a argentina Salomé Bancora. Ela conquistou mais um ouro no esqui alpino, dessa vez no slalom em La Parva. A atleta teve o tempo de 1min35seg56 e 29.60 pontos FIS. A prata foi da sua compatriota Nicol Gastaldi, com 1min37seg14 e 41.50 pontos. A francesa Manon Campillo ficou com o bronze, ao fazer 1min37seg30 e 42.71 pontos. O Brasil não teve representantes na disputa.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.