Sem chance

Elenco brasileiro antes da partida contra a Itália (Eiji Yoshimura)

É, depois de vencer o México, parece que a sorte abandonou as meninas do Brasil no Mundial feminino de Hóquei inline, na França. Foram duas goleadas sofridas na fase de grupos e, nesta sexta-feira, elas perderam da Letônia por 6 a 0. 

O jogo era válido pela repescagem e definiria quem ficaria na parte de cima ou na parte de baixo da tabela. E, como era de se esperar, o time brasileiro ainda luta para escapar das últimas posições. No jogo contra as letãs, o Brasil pecou pelo nervosismo: dois dos seis gols foram em powerplay (quando a equipe fica com um a menos por dois minutos). 

Ieva Petersone foi a grande carrasca do dia, com três gols marcados - os três últimos. Alise Kindzule fez outros dois e Ineta Jansone foi a responsável por abrir o placar. 

Como disse no post abaixo, o objetivo final pode não ter sido alcançado - ficar nas primeiras posições - mas o objetivo inicial foi cumprido logo na primeira partida, com a vitória sobre o México. Aliás, as duas seleções se reencontram neste sábado, às 10h50 no horário local (5h50 no horário de Brasília). O jogo é válido para definir os últimos colocados. A semifinal já está definida: Nova Zelândia x Canadá e Espanha x EUA. 

Independentemente do resultado dessa revanche, as meninas do Brasil podem se despedir de Toulouse com a cabeça erguida. Sem qualquer apoio ou estrutura, elas foram lá e encararam as melhores seleções na modalidade - isso sem qualquer repercussão por aqui, pois a torcida não consegue dividir atenção em período de Copa do Mundo... de futebol.

Conquistar duas vitórias contra o México, um país com mais tradição, e ainda terminar na metade da tabela, já seria digno de feito para essas meninas. Vamos torcer por um melhor resultado na manhã deste sábado.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.