Por pouco

Jogo entre Brasil x Japão no Mundial (Malvina Ministrova/Divulgação IIHF)

O Brasil fez hoje a última partida da primeira fase com boas chances de ficar na segunda posição e ter um caminho facilitado nas quartas e semifinais. Entretanto, em uma partida muito equilibrada, a seleção perdeu para o Japão por 4 a 3 e agora enfrentará uma pedreira no caminho no Mundial de Hóquei Inline, na República Tcheca. 

O jogo contra os japoneses foi equilibrado do início ao fim. No primeiro período, por exemplo, Seiji Khoda abriu o placar para os adversários aos 5min54, mas quatro minutos depois Cauã Guzman empatou o jogo. 

O problema foi justamente no segundo período. Em menos de cinco minutos Tomoya Goto e Aguri Suzuki fizeram 3 a 1 para a seleção do Japão e parecia ter encaminhado a vitória. Até que Bruno Gomes, na sequência, descontou e recolocou o Brasil na partida. 

Tanto que o terceiro período não houve gols e José Guilardi aproveitou o powerplay (quando a equipe fica com um jogador a mais) e empatou o jogo. Parecia que o jogo seguiria para o overtime, mas o Japão também aproveitou um powerplay, sacou o goleiro titular por um jogador de linha e fez o quarto gol com menos de dois minutos para o fim do jogo. 

Com o resultado, o Brasil ficou na última posição do Grupo D e joga contra a Eslovênia nesta quarta-feira, às 12h (horário de Brasília). O jogo não é nada fácil: a seleção eslovena é favorita ao título e no ano passado esteve na Elite do Mundial de Hóquei Inline. O jogo terá estatísticas ao vivo no site da IIHF (clique aqui). A seleção brasileira precisará mais do que nunca da nossa torcida. 

Atualizando: o jogo é nesta quinta-feira, e não na quarta, como escrevi no texto.

Mais um gol brasileiro (Malvina Ministrova/Divulgação/IIHF)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.