Snowboard no Ibirapuera

Primeira edição do 1star Urban Rail, no ano passado (Reprodução)

Entre os dias 15 e 18 de maio o Parque do Ibirapuera, na Bienal, só faltará a neve. O local receberá atletas amadores e profissionais de snowboard para a segunda edição d  1Star Urban Rail Promocional. É a chance de ver de perto algumas manobras radicais que só esse esporte pode proporcionar.

Será montado uma estrutura provisória no lugar para que os atletas possam competir (algo semelhante com o que existe em São Roque, com pista artificial). A competição open, organizada pela Associação Brasileira de Snowboard, é válida para o circuito nacional da entidade.

Quem quiser participar precisa enviar um e-mail para abs@absnowboard.com.br solicitando a ficha de inscrição gratuita.

Organizado pela ABS, conta com colaboração do Inprotur (Instituto Nacional de Promoção Turística da Argentina), a província argentina de Chubut, o centro de esqui La Hoya, a operadora de viagens Snow Travel e Adventure Sports Fair.

Temporada Sul-Americana

A entidade também irá organizar um campeonato brasileiro entre os dias 17 e 21 de setembro, em La Hoya, na Argentina. O evento pertence ao Circuito do World Snowboard Tour na América do Sul e vale pontos para o ranking internacional da entidade.

Serão três competições: big air, slopestyle e downhill. Os dias 17 e 18 serão reservados aos treinos dos competidores. Informações sobre o preço das inscrições você pode encontrar aqui.

A ABS também é parceira da ABISS que, como você viu dois posts abaixo, realizará o primeiro curso oficial para formar instrutores brasileiros de esqui e snowboard. Não por acaso, o Brasileiro acontecerá na mesma cidade e no mesmo período do curso de instrutores. 

Independente

Não conheço muito a Associação Brasileira de Snowboard. Até onde sei, faz um trabalho totalmente independente ao da CBDN, organização responsável oficial para levar atletas brasileiros aos principais Mundiais das modalidades de neve.

É bom que tenhamos várias entidades desses esportes, pois é assim que se forma a base de sucesso e atrai mais competidores. O que não pode, porém, é formar panelas e gerar rachas - sei que muitos riders não gostam da CBDN e, pelo que pude perceber, até mesmo a ABS possui críticos (é o que leva a crer o comunicado do presidente Marcelo Olivetto). Os adeptos dessas modalidades são tão poucos neste país tropical que qualquer briga atrapalha, e muito, um possível desenvolvimento. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.